Blogs

Novelas
SIGA O 45GRAUS
Sex, 14-06-2013 ás 15:26:00

A incrível arte do copia e cola de Walcyr Carrasco em Amor à Vida

 

Densa, com ritmo acelerado, elenco em total sincronia e um vilão carismático, 'Amor à Vida' vem se firmando como uma boa novela. A audiência do folhetim das 21h da Globo tem respondido bem à história que tem sido contada por Walcyr Carrasco até aqui. Contudo, um ponto bastante evidente na novela são as referências a sequências marcantes da TV e do cinema americano no roteiro.

 
O assunto, inclusive, retornou à pauta depois que o folhetim global apresentou uma trama bem parecida com a do seriado 'Brothers & Sisters'. Na última terça-feira, o casal gay formando pelo chef Niko (Thiago Fragoso) e o advogado Eron (Marcelo Antony) resolve ter um filho com a ajuda da enfermeira Amarilys (Danielle Winits) - que, em breve, formará um triângulo amoroso com a dupla.
 
A produção americana cancelada em 2011 exibiu o mesmo dilema. Coincidência ou não, o casal gay da 'terra de Obama' tinha até a mesma profissão dos personagens de carrasco. Scotty (Luke Macfarlene) era um um chef e Kevin (Matthew Rhys) um advogado. Juntos, eles contavam com a ajuda de Michelle (Roxy Olin) para encomendar o herdeiro.
 
O fato de a novela se passar em um hospital tornou impossível não lembrar de 'Grey's Anatomy'. Até aí, tudo bem. Só que as semelhanças entre o seriado e novela vão além do dia a dia de médicos e enfermeiros.
 
Na produção que está em sua nona temporada, Meredith Grey (Ellen Pompeo) e Derek Shepherd (Patrick Dempsey) se conhecem em um bar, transam e depois descobrem, dentro do elevador, que trabalham no mesmo hospital. 'Amor à Vida' apresentou a mesma sequência. Na trama, a advogada Patrícia (Maria Casadevall) e o jovem cirurgião Michel (Caio Castro) repetiram fielmente a cena.
 
Em outra passagem, o personagem de Ary Fontoura apresentou o mesmo impasse de um cirurgião de 'Anatomy': continuar a operar pacientes apesar dos primeiros sintomas do Mal de Parkinson.
 
É possível ainda recordar do carrancudo House (Hugh Laurie), do seriado homônimo, ao ver o vilão Félix (Mateus Solano) mancando pelos corredores do hospital e andando com a ajuda de uma bengala.
 
Carrasco também tem bebido na fonte de Hollywood. Já na estreia, a direção exibiu uma sequência inspirada no filme 'O Expresso da Meio-Noite', de 1978, quando Ninho (Juliano Cazarré) é cercado por policiais na pista do aeroporto. Tanto no longa quanto na novela, os personagens estão traficando drogas, as substâncias estão presas ao corpo do rapaz e uma mulher vai ao banheiro antes da tensa prisão. A produção global copiou até a sonoplastia do filme americano.
 
No começo da semana, mais uma cena 'inspirada' em uma obra do cinema de lá foi apresentada no folhetim de horário nobre. A sequência em que Thales (Ricardo Tozzi) conhece Nicole (Marina Ruy Barbosa) no Memorial da América Latina lembrou a icônica cena de 'Romeu e Julieta', estrelada por Leonardo DiCaprio, em 1996. Em ambas as obras, os casais flertaram através de um aquário.
 
Tantas coincidências começam a irritar a turma do Twitter, que vive procurando de onde o autor tem buscado inspirações para escrever sua novela. Os internautas mais rabugentos não veem as semelhanças como homenagens e, sim, como plágio.
 
Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o consagrado autor tem suas obras questionadas. 'Alma Gêmea' (2006), maior sucesso do escritor, chegou a receber três processos por plágio na Justiça. Em sua última passagem no horário das 19h, em 'Morde & Assopra' (2011), Carrasco foi criticado publicamente por Aguinaldo Silva, que o acusou de 'roubar' a trama central de 'Fina Estampa' (2011).
 
O veterano fazia referência ao fato de Dulce (Cassia Kiss Magro) dar duro para pagar a faculdade de Medicina do filho, que morre de vergonha da origem humilde da mãe. Bem parecido com o drama de Pereirão (Lília Cabral), cujo roteiro Carrasco teria tido acesso.
 
Fonte: Msn

Veja também