Blogs

Ponto G
SIGA O 45GRAUS
Ter, 16-10-2007 ás 14:27:00

Aprenda como fazer um bom sexo oral

O sexo oral é uma parte fundamental da relação entre parceiros. Talvez seja a forma de sexo que mais comprove a confiança entre os dois.

Para a mulher dominar:

Isso mostra que você tem interesse no seu parceiro, e que sente tesão pelos dois. E acredite, tão bom quanto ser elogiado é ter o seu pênis, especificamente falando, elogiado. Por isso, elogie o "parceiro do seu parceiro", eles gostam.

Quanto mais parecido a sensação do sexo oral tiver com uma vagina, o homem sente mais prazer, logo, você deve sugá-lo com vigor, sem medo de machucar. Você deve sugar o pênis o mais fundo que puder. Pois, semelhante  ao sexo vaginal, o pênis deve ficar completamente envolvido.

Mas cuidado, de forma alguma esbarre com o dente, isso machuca e tira o tesão do cara.

As mãos devem participar ativamente do ato, acariciando o corpo, o próprio membro, as pernas, o abdômen, o tórax, os braços, e onde mais for possível e agradável para o parceiro. Cuidado com cócegas são incomodas e tiram o tesão.

O sexo oral fica muito divertido se você usar um flavorizante, como: chocolate, sorvete, iogurte, chantilly, doce de leite e o que mais a sua imaginação mandar.

É importante que você demonstre que esta gostando do que esta fazendo:

Para o homeme dominar:

Os homens esquecem que as mulheres também adoram um bom sexo oral . Mas é preciso ter as manhas do assunto.

Como a vagina possui os grandes e pequenos lábios, você deve dar atenção a estes também. Prenda-os com os lábios, morda com delicadeza, passe a língua em toda a extensão dos mesmos.

Procure também tocar o ponto G com a língua,: a posição mais fácil para isto é a ginecológica, também conhecida como “galinha assada”. No mais, repita os procedimentos do item anterior, usando sua língua como um pênis.

O clitoriano oral é o que exige mais treino e experiência. Geralmente o sexo oral clitoriano oferece respostas muito positivas no que diz respeito à excitação da mulher, devido ao fato do clitóris ter muitas terminações nervosas. Mas, ao mesmo tempo em que essas terminações nervosas lhe ajudam, podem lhe atrapalhar também. Em certos casos, a mulher pode sentir cócegas, choques, nervosismo e outras reações não agradáveis ao ser estimulada no clitóris. Então, é fundamental perceber as reações da parceira, e estudar o movimento que proporciona o maior prazer. Algumas mulheres não se sentem à vontade com a intimidade oral. Uma menina definiu como “gastura” o que ela sente. O problema também pode ser solucionado com outra forma de estimulo:

Os procedimentos iniciais são os mesmos citados anteriormente, comece os trabalhos com leves toques do dedo, use um pouco de saliva para umedecê-lo. Tenha sempre bastante delicadeza, pois, o clitóris é muito sensível.  Passe então para um mínimo toque com a língua, e permaneça assim durante algum tempo, sem pressa. Vá aumentando aos poucos a intensidade dos toques, como se estivesse chupando um sorvete de casquinha. À medida que o tempo for passando, aumente a velocidade dos movimentos e mude a direção, mude de cima para baixo para direita-esquerda. Faça movimentos circulares também.

Se a parceira estiver sentindo algum tipo de nervosismo durante a estimulação clitoriana, dê prioridade a movimentos direita-esquerda, no início do prepúcio. Esta e uma área menos sensível, e ela poderá ir se acostumando aos poucos. Por fim, tente chupar todo o genital de uma vez só.

Veja também