Agência CJflash inova, vence baixarias e reelege prefeito em Bacabal

Por: Rodrigo Antunes

Bacabal: Eleição suplementar foi marcada por dualidade de campanhas e marqueteira conta como superou baixarias e ajudou a reeleger prefeito.

Agência CJflash inova, vence baixarias e reelege prefeito em Bacabal Equipe de marketing da agência CJflash ao lado do prefeito Edvan Brandão. Foto: arquivo pessoal

Uma eleição acirrada e marcada pela dualidade entre um novo modo de fazer campanha política e práticas arcaicas com uso de baixaria. Esse é mais ou menos um resumo da eleição suplementar para prefeito do município de Bacabal (250 Km de São Luís), que resultou na vitória do candidato Edvan Brandão (PSC), que obteve 23.355 votos (equivalente a 50,49% dos votos).

A marqueteira política Cyntia Freitas, da agência de marketing CJflash, responsável pela campanha do prefeito eleito Edvan Brandão (PSC), conta que a campanha deste ano em Bacabal não foi apenas vitoriosa, como também uma campanha histórica. “Com certeza vai marcar a vida de todos que participara. Era uma guerra de Davi contra Golias”, explica.

O adversário que chegou mais próximo do vencedor foi o vereador do município César Brito (PPS), que teve 45% dos votos. Fazendo uso de recursos modernos, com novos meios de comunicação e tradicionais, ações de marketing direto e marketing de guerrilha, uma técnica foi de suma importância para o desfecho vitorioso do candidato Edvan, que é o “Visagismo”.

Em determinados momentos, a tensão foi inevitável e perseguição e uso de violência foi registrado por parte dos oposicionistas, como conta Cyntia em uma situação que mostrou pra ela e sua equipe o nível que os adversários utilizavam na política local. “Sempre em algum ponto dos bairros encontrávamos motos que nos perseguiam na tentativa de nos intimidar. Fomos perseguidos várias vezes para que sentíssemos medo e parássemos o nosso trabalho. Temos vários vídeos dessas situações”, explica.

Edvan Brandão é vereador de Bacabal, presidente da Câmara Municipal de Bacabal e ocupava o cargo de prefeito interino do município após a cassação do ex-prefeito Zé Vieira e do vice Florêncio Neto. Ele disputou a prefeitura pela coligação “Bacabal em primeiro lugar” (PSC, PSL, MDB, PV, DEM e PT).

 

 

Sidebar Informações