Noite de terror em Bacabal: três bandidos foram mortos e um preso

Cenas de filme de ação são vivenciadas pela população nessa noite de domingo em Bacabal com a invasão do novo cangaço

Noite de terror em Bacabal: três bandidos foram mortos e um preso Foto: divulgação

Bandidos fortemente armados invadiram Bacabal e assaltaram uma agência do Banco do Brasil, invadiram empresas de transporte de valores e atacaram o quartel da polícia militar e a delegacia regional da polícia civil na noite deste domingo (25).

Durante a ação dos criminosos, três bandidos foram mortos no confronto com a polícia. Apenas um dos bandidos mortos foi identificado como Gean Martins Rocha, de 40 anos, do interior da Bahia. Um homem, que também é suspeito de participar do grupo, foi preso e apresentado na Delegacia do 1º Distrito Policial.

De acordo com informações da polícia, os bandidos atravessaram veículos sobre a ponte do Rio Mearim impedindo a entrada ou saída da cidade.

Na ação criminosa, várias viaturas da polícia e carros da população foram incendiados. Após cerca de duas horas aterrorizando a cidade empreenderam fuga e levaram vários reféns, que foram sendo liberados ao longo da noite na estrada.

Atualizada às 11h02

Bandidos protagonizam noite de terror em Bacabal assaltando bancos e empresas de transporte de valores

Desde as 22h desta noite de domingo (25), mais de 100 homens fortemente armados invadiram a cidade de Bacabal, levando caos e desespero a população da cidade que se encontra em estado de choque.

A população foi instruída a não sair de casa ou de onde se encontra, e pelas ruas da cidade se escutam tiroteio por todas as partes.

A atuação do grupo foi planejada em diversas frentes: um grupo atacou o quartel da polícia militar, outro a delegacia da polícia civil, enquanto os demais integrantes invadiam os bancos e empresas de transporte de valores.

Viaturas da policia militar e civil foram incendiadas, o que aumenta a tensão e o clima de insegurança dos bacabalenses.

Reforços policiais de São Luís e de cidades da região já estão em deslocamento para o município. A polícia pede que a população evite espalhar informações antes de saber se são verdadeiras, para evitar aumentar o pânico na população.

Até o momento não foi registrado nenhuma morte e os bandidos continuam enfrentando a polícia e ameaçando invadir as casas da população.

Várias pessoas presas em bares, restaurantes e postos de combustível, rezam e pedem proteção para familiares e principalmente para os militares e civis que estão na linha de confronto.

Enquanto isso varias cidades do Interior do Maranhão vem sendo alvo desse tipo de quadrilhas devido a falta de uma atuação mais agressiva do Governo do Estado, talvez se ele tivesse mantido o efetivo da operação montado para a eleição suplementar no ultimo mês isso poderia ser evitado.

 

 

 

Sidebar Informações