Justiça condena TV Mearim e apresentador Israel Braga por uso eleitoreiro da emissora

Por: da Redação

A decisão é do juiz titular da 13ª Zona Eleitoral em Bacabal, Jorge Antonio Sales Leite e foi proferida nesta quarta-feira (05/09).

Justiça condena TV Mearim e apresentador Israel Braga por uso eleitoreiro da emissora TV Mearim/Band e Israel Braga, multados pela Justiça Eleitoral

A Justiça Eleitoral do Maranhão condenou ao pagamento de multa a TV Mearim (afiliada Rede Bandeirantes em Bacabal-MA) e o apresentador Israel Diego de Oliveira Braga. A decisão é do juiz titular da 13ª Zona Eleitoral em Bacabal, Jorge Antonio Sales Leite e foi proferida nesta quarta-feira (05/09) após representação provocada pela coligação “Bacabal em Primeiro Lugar”. 

A emissora de televisão deverá pagar a quantia de R$ 21.282,00 (vinte um mil duzentos e oitenta e dois reais) e o apresentador a quantia de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por veicular em seu programa diário matéria jornalística com intuito de desqualificar o candidato da coligação Bacabal em Primeiro Lugar, Edivan Brandão (PSC).

O apresentador, que é defensor declarado do grupo político liderado pelo empresário César Brito (PPS), já é conhecido na região pelos comentários políticos contrários à atual gestão de Bacabal. Em sua maioria, o apresentador se baseia em comentários de bastidores e grupos de whatsapp e, raramente, escuta os dois lados envolvidos na matéria.

No caso do processo, a matéria foi ao ar no dia 09 de agosto e em seu comentário teria chamado os integrantes da coligação de “quadrilha de corruptos”, “ladrões do PMDB e outros insultos com intuito de desqualificar o candidato.

Israel é o mesmo que na última terça-feira ameaçou o apresentador da emissora concorrente, Samuel David, que teve sua casa alvo de atentado na madrugada desta quarta.

Esta foi a primeira sentença gerada a partir de ações referentes ao processo de eleição suplementar para prefeito em Bacabal.

 

 

Sidebar Informações