Randyson e TV Bacabal são multados por veicular 'fake news'

Por: da Redação

Em seu programa, apresentador veiculou conteúdo contra prefeito sem mostrar provas, o que caracteriza as chamadas 'fake news'.

Randyson e TV Bacabal são multados por veicular 'fake news' Apresentador Randyson Laercio condenado por veicular 'fake news'. Foto: rede social

A Justiça Eleitoral do Maranhão condenou a emissora TV Bacabal (Rede Meio Norte/Bacabal) e o apresentador do programa Agora, Randyson Laercio, ao pagamento de multa por fazerem uso eleitoreiro do programa na intenção de afetar negativamente a imagem do prefeito Edvan Brandão (PSC).

A ação foi proposta pela coligação de Edvan, ‘Bacabal em Primeiro Lugar’ após o apresentador, que é ‘simpático’ ao grupo político do candidato César Brito (PPS) e ao ex-prefeito Zé Vieira, veicular falas sobre a gestão de Edvan sem apresentar provas, caracterizando as chamadas ‘fake News’. A decisão é do juiz da 13ª Zona Eleitoral em Bacabal, Jorge Antonio Sales Leite e estabelece multa no valor de R$ 21.282,00 (vinte e um mil duzentos e oitenta e dois reais) para a emissora e de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para o apresentador Randyson Laercio.

Esta é a segunda condenação que a Justiça impõe a apresentadores e emissoras aliadas ao grupo de César Brito/Zé Vieira. Ainda na última semana o apresentador Israel Braga e a TV Mearim (Band Bacabal) foram condenados ao pagamento de multa nos mesmos valores da atual condenação. O programa com as falas do apresentador que gerou o processo foi ao ar no dia 09 de agosto deste ano.

A cidade passa pelo processo de eleição suplementar para prefeito, uma vez que o ex-gestor, Zé Vieira, e seu vice, Florêncio Neto, tiveram o mandato cassado por improbidade administrativa.

 

 

Sidebar Informações