Barras: Rio Marataoan sobe 26 cm e famílias são deslocadas para abrigo

Por: Francisca Pinto

Até agora, somente três famílias foram removidas de suas casas pelo exército e Grupo de Apoio Voluntário (GAV).

Barras: Rio Marataoan sobe 26 cm e famílias são deslocadas para abrigo Foto: reprodução Portal Longah

Desde a madrugada desta terça-feira (10) até o início da noite, o Rio Marataoan subiu 26 centímetros, segundo informações do gabinete de crise da Prefeitura Municipal de Barras.

Até agora, somente três famílias foram removidas de suas casas pelo exército e Grupo de Apoio Voluntário (GAV). Elas moram no bairro São Cristóvão e, de forma preventiva, foram encaminhadas ao centro catequético no centro da cidade.

 A preocupação é que o rio possa atingir a residência dessas famílias com as chuvas. “Essas três famílias são as únicas até agora que estão em abrigo”, explica Francisco Sampaio, coordenador do GAV.

A secretária de Assistência Social, Ana Teresa Monte, que vem acompanhando o serviço de monitoramento do rio e auxílio às famílias atingidas pela chuva citou que algumas famílias no Bairro Pedrinhas decidiram, também de forma preventiva, deixar as suas casas. “Elas foram para casa de familiares”, explica Ana Teresa.

A Prefeitura de Barras está divulgando números de telefone para centralizar as informações sobre a enchente e evitar que notícias sem apuração sejam divulgadas e crie pânico na população. A situação é mais grave nos municípios de José de Freitas, Barras e Cabeceiras. A Prefeitura também adquiriu colchões para atender as famílias.

 

Com informações do Portal Longah

 

 

Sidebar Informações