Boca Quente

Mato e lama entre as duas maiores casas legislativas do PI

Sem acessibilidade e com muita lama e mato, pedestres se espremem em 'vereda' ou se arriscam caminhando pela Av. Marechal Castelo Branco.

Mato e lama entre as duas maiores casas legislativas do PI

Poderia ser uma trilha no mato em algum local de biodiversidade abundante, mas esta 'vereda' em meio ao mato e a lama fica em frente ao 'finado' Centro de Convenções do Piauí, ou seja, entre as duas maiores casas legislativas do estado do Piauí, a Câmara Municipal de Teresina e a Assembléia Legislativa do Piauí. O descaso faz com que os transeuntes que precisam passar pelo local ou andem quase na pista de rolamento, se arriscando a ser colhido por algum carro em alta velocidade, ou fazem a 'trilha' com mato que virou o que era a calçada do local. A água empoçada além de sujar quem passa ainda representa risco de transmissão de doenças...

Picos: 'Lagoa' na porta da Faculdade R.Sá prejudica alunos

Blog Boca Quente: Na seca é poeira, na chuva é lama. Isso tudo bem na frente do portão de entrada da faculdade. Alunos protestam.

Picos: 'Lagoa' na porta da Faculdade R.Sá prejudica alunos

Alunos da Faculdade R. Sá, da cidade de Picos, enviaram fotos para a redação do 45graus protestando contra a falta de iniciativa da instituição com relação a porta de entrada do prédio. A faculdade fica às margens da BR-317 e não tem pavimentação que dê acesso ao portão de entrada, fato que prejudica quem passa pois em tempos de seca a poeira toma conta, e agora nos meses de chuva é uma enorme ‘lagoa’. A situação piora com relação aos cadeirantes que precisam passar pelo local e enfrentam além da dificuldade do terreno o risco de se sujar e transmitir doenças.

Na foto acima dá pra notar o acúmulo de água em frente ao portão, e olha que a foto foi feita em dia que nem choveu, imagine...

Onde anda 'Firmino Suadão' em tempos de alagamentos em THE

Muitos internautas protestaram após as últimas chuvas que caíram na capital neste começo do ano.

Onde anda 'Firmino Suadão' em tempos de alagamentos em THE

Por onde anda ‘Firmino Suadão’ para resolver os problemas de alagamentos em ruas de Teresina? Esta é a pergunta que foi feita por muitos internautas nos últimos dias em redes sociais após as intensas chuvas que caem desde o início do ano na capital. Nos últimos dias, cenas de carros sendo levados por águas da chuva próximo ao restaurante Camarão do Elias, na zona leste de Teresina, deixou muitos assustados com a situação. As obras só tem 10% prontas, faltando os outros 90% serem concluídos por uma empresa, que deverá ser escolhida em uma nova licitação que está sendo preparada. O grupo do atual prefeito comanda a capital há 30 anos, o que houve e por que isso não foi feito?

Marllos Sampaio deverá assumir coordenadoria no governo

Delegado e ex-deputado federal deve assumir coordenadoria de politicas para o idoso, sua área de atuação na polícia antes de ser deputado.

Marllos Sampaio deverá assumir coordenadoria no governo

A ida do PMDB para o governo não para só com as nomeações da Sasc, DER, PCPR e Fundação Hospitalar. O ex-deputado federal Marllos Sampaio deverá assumir um cargo de coordenadoria do programa Mais Vida com Cidadania para o Idoso. O órgão deverá ser criado nos próximos dias após o projeto tramitar na Assembléia Legislativa e passar pela aprovação dos parlamentares. Marllos é suplente de deputado federal e atualmente atua em sua profissão, delegado de Polícia Civil, no município de Valença.

 

Prefeitura de Picos hasteia bandeira do Piauí de cabeça pra baixo

Será que a bandeira tá querendo representar o momento administrativo da cidade?

Prefeitura de Picos hasteia bandeira do Piauí de cabeça pra baixo

Rodou nas redes sociais nesta quarta-feira (22) uma imagem que chamou atenção, feita na prefeitura de Picos (310 Km de Teresina). A foto tirada do pavimento superior mostra uma bandeira do Piauí hasteada na frente do órgão de cabeça pra baixo. Será que essa bandeira tá querendo representar o atual momento administrativo do estado, Tudo de cabeça pra baixo? 

TCE-PI intensifica fiscalização e prefeitos revogam emergência

Após auditoria do TCE em municípios que decretaram situação de emergência, vários deles devem ser rejeitados pela corte de contas. Prefeitos revogam decretos.

TCE-PI intensifica fiscalização e prefeitos revogam emergência

Parece que a empreitada de alguns prefeitos do estado em decretar situação de emergência não deu muito certo. O Tribunal de Contas do Estado está avaliando com cuidado cada decreto e conferindo de perto para saber se a situação da realidade é a mesma descrita ‘no papel’ pelos prefeitos.

De cara, o tribunal rejeitou 15 dos 81 decretos de prefeituras. Mais recentemente, o tribunal já divulgou que grande maioria dos que faltavam ser analisados também deverão ser rejeitados. Vários prefeitos, vendo a atenção e o cuidado que o TCE-PI está tomando com a causa, estão buscando informações de como ‘des-decretar’ para o TCE-PI, ou seja, revogando os decretos de emergência de seus municípios. Parece que a boca esquentou...

Dias é contra privatizar 'Cepisa', mas quer privatizar Agespisa

Governador se contradiz em discurso e alega que Eletrobrás não está preparada pra ser privatizada. E a Agespisa, está governador? Blog Boca Quente - 45graus.

Dias é contra privatizar 'Cepisa', mas quer privatizar Agespisa

O Governador Wellington Dias (PT) anunciou recentemente que irá atrás de uma indenização devido a 'federalização' da Cepisa, hoje Eletrobrás Piauí. Em posse do Governo Federal desde o ano de 1997, em um ato da gestão do ex-governador Mão Santa, a empresa está sendo preparada para o processo de privatização. O governador bradou em veículos de comunicação que a empresa não estaria preparada para ser privatizada. Ora, o engraçado é que o mesmo Wellington Dias 'pilota o bonde' que pretende privatizar a Agespisa e entregar o patrimônio da estatal para uma empresa privada administrar. Que critérios o governador está usando para saber se cada órgão está preparado ou não para ser privatizado? 

Prefeito estabelece 'cabide à conta-gotas' para oposicionistas

Vereadores de oposição ganham '100 vagas de emprego'. 25 por ano de gestão.

Prefeito estabelece 'cabide à conta-gotas' para oposicionistas

Em uma cidade do Maranhão em que a oposição venceu as últimas eleições, os vereadores 'ex-situacionistas' já negociaram com o prefeito. São 100 'vagas de emprego' para cada parlamentar acomodar seus aliados em secretarias do município. Mesmo a benesse sendo boa, a acomodação será no estilo "conta-gotas", sendo 25 a cada ano de gestão. Já para os aliados, as vagas são imediatas. Ah! Pra presidente da câmara a bolada é maior, 150 vagas de emprego direto, já devidamente acomodados em seus cabides. E olha que esse discurso de 'cabide de emprego' foi a pauta do prefeito que venceu criticando seu adversário que era o gestor da época...

Pra falar com prefeito, deixe o celular na recepção

CAXIAS: Uma nova regra tem causado espanto e constrangimento na classe polícia Caxiense.

Pra falar com prefeito, deixe o celular na recepção

Clima estranho nos gabinetes da prefeitura e secretarias de Caxias, Maranhão. A discussão que roda nos bastidores políticos é que está proibido entrar com aparelho celular no gabinete do prefeito e de secretários.

A informação foi dada no Jornal Pequeno, coluna "Caxias em Off" do jornalista Jotônio Vianna. Segundo a publicação, a nova regra está causando constrangimento e espanto da classe política caxiense pois além da exigência, há uma revista rigorosa antes de entrar nos gabinetes com o prefeito e secretários, como sua prima Ana Célia Damasceno.

Os que chegam e recusam a deixar seus aparelhos na recepção são direcionados para uma "antecâmara" onde lhes é aplicado o conhecido 'chá de cadeira' até que o cansaço faça com que a pessoa saia do órgão.

Parece que a equipe do novo prefeito quer evitar o que eles já conhecem bem, se relembrarmos a última campanha eleitoral, onde uma denúncia gravada, em sua maior parte por celulares, foi divulgada na campanha eleitoral do "cabeludo".

Leia abaixo a publicação na coluna de Jotônio Vianna no Jornal Pequeno.

Jornal Pequeno Coluna de Jotonio Vianna

 

Notas rápidas de Caxias-MA

O caldo azedou

E lá na Princesa do Sertão Maranhense, funcionários do Hospital Geral que apoiaram nas “intocas” a candidatura do 'novo' prefeito eleito estão tremendo na base. Alguns desses funcionários, que possuem dois vínculos, um na Prefeitura, sendo no Hospital Geral, e outro no Hospital Macro Regional, pelo Estado, receberam a triste notícia que não irão ter mais nenhum dos dois vínculos no novo governo. Quem tratou de passar a informação foi uma parenta direta do prefeito eleito. Agora os funcionários estão reclamando pelos cantos. Parece que bateu o arrependimento de ter  apoiado a pessoa errada...

Inflação antecipada

Nos últimos meses, mais precisamente após as eleições, algumas empresas de um grupo político que participou das eleições de Caxias tem botado 'fermento' nos preços de seus produtos e serviços. No último mês, por exemplo, uma emissora desse grupo teve seus valores “alterados”, o que seria normal se não fossem os valores astronômicos. Em sua tabela de preços, teve setores comerciais que subiram mais de 100% em seus valores. Outra empresa que aumentou seu preço foi um posto de combustível da cidade, que teve um aumento de quase R$ 0,14 centavos no valor por litro de seu combustível. Tudo bem que as coisas estão subindo de preço, mas nessa velocidade e sem justificativa, só nos leva a pensar que esse posto deve estar comprando combustível do Japão. Estamos de olho...                        

Sidebar Informações