CAXIAS: Justiça cassa mandato da vereadora Aureamélia Soares

Por: Bruna Ferreira

Aureamélia Brito Soares (PCdoB) foi flagrada durante a campanha eleitoral de 2016 utilizando um veículo alugado pelo Governo do Estado do Maranhão

CAXIAS: Justiça cassa mandato da vereadora Aureamélia Soares Vereadora cassada, Aureamélia Soares (PCdoB)

A vereadora eleita no município de Caxias (MA), Aureamélia Brito Soares (PCdoB), teve o mandado cassado nesta segunda-feira (10), por abuso de poder político e econômico nas eleições municipais de 2016. A decisão é do juiz eleitoral Paulo Afonso Gomes, da 4ª Zona Eleitoral, de Caxias.

Eleita em outubro de 2016, Aureamélia foi flagrada durante a campanha utilizando um veículo alugado pelo Governo do Estado do Maranhão ainda na campanha de 2016. No lugar da vereadora assume Genival Moto Peças (PSB).

O carro em questão é uma caminhonete Volkswagem Amarok, que está alugada para a Secretaria de Estado da Indústria e Comério (Seinc), desde o dia 20 de julho do ano passado. O caso da vereadora foi noticiado aqui no 45graus/Caxias ainda durante a campanha eleitoral do ano passado.

O contrato do veículo, segundo informação prestada à Justiça Eleitoral pelo próprio titular da pasta, Simplício Araújo (SDD), tem vigência de um ano. Em sua defesa, a Aureamélia Soares, que é esposa do atual secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, confirmou que usava o carro na campanha, mas garantiu que à época da eleição ele ainda não estava sendo utilizado pelo Executivo. 

Em nota oficial, a Seinc informou que, apesar de o contrato ser do dia 20 de julho de 2016, o uso efetivo do veículo iniciou-se apenas no dia 10 de outubro do mesmo ano, após as eleições.

Outras denúncias

No dia 17 de setembro de 2016, a empresária Odete Gonçalves reuniu estudantes do IFMA para uma reunião de apoio à candidata Aureamélia Soares (PCdoB) em sua residência. Um dos supostos estudantes, assessor de um candidato da oposição, gravou todas as ligações onde a empresária prometia dar uma semana de passe livre nos ônibus que fazem rota para o IFMA. A denúncia trouxe áudios e vídeos mostrando a movimentação na residência da empresária.

Na época, o promotor Vicente Gildásio Leite Junior, da 4ª Zona Eleitoral em Caxias-MA, pediu que a Polícia Federal instaurasse inquérito para apurar o caso.

Outro lado

Nossa equipe tentou contato via telefone com a vereadora Aureamélia Soares na manhã desta terça-feira (11), porém nossas ligações não foram atendidas.

 

Com informações do Blog do Gilberto Léda

 

 

Sidebar Informações