Conselho Tutelar lança projeto contra as drogas em Codó

Alunos da rede municipal de ensino participam de palestras e orientações sobre o não uso das drogas

Conselho Tutelar lança projeto contra as drogas em Codó Alunos participando da palestra

O Conselho Municipal Contra as Drogas (COMPOD) lançou nesta última segunda-feira (7), na U.E.M Neyde Magalhães, o projeto “Meu Bairro Sem Drogas”, com o tema central “Prevenção às Drogas”. A ação visa a diminuição e conscientização do uso de drogas em toda a cidade.

Durante os dias 7 a 11 de novembro, os alunos das escolas da zona urbana e rural da cidade receberão palestras ministradas pelos conselheiros tutelares e policiais militares.

A ideia do projeto é fazer com que a criança/aluno entendam todos os males que o uso desses entorpecentes podem fazer com eles e com a família.

Compromisso esse firmado entre a o Conselho Tutelar de Codó e Polícia Militar.

Além de orientar as crianças, os profissionais buscam parcerias com lideranças dos bairros e profissionais que atuam com esse tema, sendo possível o fortalecimento de vínculos com os representantes das comunidades e organizações que trabalham na área.

Confira a programação

Dia 09/11 – U.E.M Talmir Quinzeiro

Tarde: 16h às 17h

Palestrante: Manoel Júnior

Dia 10/11 – U.E.M São Luis

Tarde: 16h às 17h

Palestrante: Jair Ribeiro

Dia 11/11 – U.E.M Renato Archer

Manhã: 10h às 11h

Tarde: 16h às 17h

Palestrante: Policia Militar (Proerd)

Os males que as drogas trazem para as crianças

Com o desenvolvimento das cidades, vem um problema drástico para a sociedade, o uso de drogas cada vez mais frequentes entre crianças e adolescentes de todo o Brasil.

O consumo excessivo destes entorpecentes (álcool, cigarros, cocaína, crack, dentre outros) leva os jovens a se tornarem vítima de violência e adentram no mundo do crime fazendo com que roubem e/ou matem para manter seu próprio vício.  

Apoio da família

A família tem a principal ferramenta na prevenção para combater o uso de drogas nas crianças e adolescentes. Uma grande problemática é a falta de diálogo com os filhos leva e isso levas os pais a terem uma certa “vergonha” de falar sobre o assunto.

É preciso estar atentos em cada passo dado por seus entes e diagnosticarem o quanto antes o uso de drogas no ambiente familiar, para que não seja um problema maior no futuro.

 

 

Sidebar Informações