Mototaxista é assaltado com espingarda no centro de Codó

Os bandidos utilizavam de muita violência contra as vítimas.

Mototaxista é assaltado com espingarda no centro de Codó Bandidos presos. Foto: Polícia Civil

Na terça-feira (27), o mototaxista Valdemar Queiroz de Araújo foi vítima de assalto no Centro da cidade de Codó.

Valdemar trafegava na Rua Afonso Pena, quando foi abordado por um indivíduo que estava munido de uma espingarda. O bandido fingiu ser cliente e que estava precisando chegar até certo ponto.

No momento que o mototaxista se negou a mudar a rota, o criminoso puxou a espingarda que estava escondida e subtraiu a moto do trabalhador. Valdemar saiu correndo do bandido rumo a delegacia da cidade.

Polícia Civil prende quadrilha que roubou mototaxista e praticava assaltos na zona rural de Codó

A Polícia Civil de Codó efetuou nesta quinta-feira (28) a prisão de seis integrantes de uma quadrilha que vinha aterrorizando a cidade.

Foram feito a identificação e prisão de Jessivan Vieira da Silva Ximenes, 31 anos, Adailson Oliveira da Silva, 22 anos, Raimundo Sousa da Conceição, 23 anos, Leonildo da Cunha Silva, 25 anos, morador da zona rural, Leandro dos Santos Lopes, 19 anos e Marley Djones Sousa Silva, 20 anos (já respondeu por homicídio).

Os criminosos eram acostumados a roubar motos e armas de fogo na cidade e principalmente na Zona Rural. Os bandidos adentravam pequenas propriedades onde agiam com bastante violência contra as vítimas.

Os bandidos estavam em um hotel no momento da prisão. Segundo testemunhas, os assaltantes usavam o quintal do hotel para treinar tiros com as armas roubadas.

No momento da prisão a Policia conseguiu apreender uma escopeta, cinco espingardas, munições e rádios comunicadores, que era utilizado para se comunicarem entre si.

Armas apreendidas pela polícia no momento da prisão
Armas apreendidas pela polícia no momento da prisão

O delegado Rômulo Vasconcelos conseguiu identificar Jessivan, como sendo o líder da quadrilha. Jessivan havia saído da prisão havia quatro dias, onde respondia por porte ilegal de arma de fogo.

O líder da quadrilha é natural de Açailândia e contratava “capangas” para fazer todo o trabalho e dava o suporte para os bandidos, como armas, motos, dentre outros. Os criminosos estão à disposição da justiça.

Com informações do Blog do Acélio

 

 

Sidebar Informações