Soliney Silva vai entregar seu governo no calote?

Agentes Comunitários de Saúde não recebem salários e realizam um protesto pacífico

Soliney Silva vai entregar seu governo no calote? Pneus queimados no protesto. Foto: Samuel Bastos

Agentes Comunitários de Saúde fizeram uma manifestação em frente ao Fórum de Coelho Neto, localizado na entrada da cidade. A ação bloqueou a pista nos dois sentidos. Os agentes utilizaram de pneus queimados para fazer o bloqueio.

Manifestantes alegam que a Prefeitura de Coelho Neto já recebeu os recursos para o pagamento dos agentes, mas, ainda não o efetuou. Os agentes temem que o prefeito Soliney Silva (PMDB) dê um calote nos servidores.

 As dezenas de manifestantes alegaram que o protesto é pacífico e que querem alertar a juíza, a sociedade e as autoridades, para que esse recurso seja gasto da forma como tem de ser.

Ainda na Prefeitura de Coelho Neto existe uma “verba extra” de mais de um milhão de reais, que segundo os agentes, o prefeito poderá se apropriar.

Um dos objetivos do protesto é fazer com que a juíza da cidade realize o bloqueio das contas e fazer com que o prefeito não tenha acesso para fazer transferências ou saques até que concretize os pagamentos de todos os servidores

A manifestação ganhou força

Servidores do Governo de Soliney que estão com salários atrasados e ainda não receberam o 13º, aderiram ao protesto e se juntaram com os agentes de saúde.

O atual prefeito enfatizou que as contas públicas estão em dias e disse que irá garantir todos os pagamentos até o final de seu Governo. Fato esse que não foi “engolido” pelos servidores que buscam por seus direitos.

Manifestante reivindica salário atrasado
Manifestante reivindica salário atrasado

Prefeitura de Coelho Neto doa terrenos irregulares para a população

A Prefeitura de Coelho Neto entregará nesta quarta-feira (28), a entrega dos documentos oficiais que dão posse aos moradores que invadiram uma área do Loteamento Bonsucesso.

Essa ação visa “acobertar” o fim trágico da Prefeitura que vem decepcionando os coelho-netenses.  Más, o atual prefeito teve que fazer uma “jogada na surdina” para entregar os documentos, uma vez que, o terreno está em “briga judicial”.

O que de fato seria louvável se o terreno já estivesse quitado. Os valores ainda não foram pagos pelo Grupo João Santos o que pode acarretar problemas para os futuros moradores.

Com informações do Portal Gaditas

 

 

Sidebar Informações