Festival de Cinema Brasileiro na China leva presenças ilustres à Pequim

Por: Rodrigo Antunes

Todos os filmes serão exibidos em português com legendas em mandarim. Confira a lista.

Festival de Cinema Brasileiro na China leva presenças ilustres à Pequim Festival de Cinema Brasileiro na China

A Embaixada do Brasil em Pequim, em parceria com o China Film Archive e a Linhas Produções Culturais realizam de 1 a 8 de dezembro o Festival de Cinema Brasileiro em Pequim, com a seleção de alguns dos melhores filmes nacionais. Ao total serão oito produções, seis recentes e dois clássicos do período da Retomada.

"Nise - O coração da loucura" foi o filme escolhido para abrir o evento e contou com a apresentação do diretor Roberto Berliner. Esta é sua segunda viagem à China em seis meses: em junho passado, Berliner estava em Chengdu, onde recebeu o Prêmio de Melhor Filme para "Nise" no II Festival de Cinema BRICS.

Além disso, o longa é o primeiro brasileiro a entrar no circuito comercial chinês. A exibição faz parte dos acordos – um sobre a co-produção de filmes bilaterais e o outro sobre o lançamento de "Nise" – assinados pelo presidente Michel Temer, em visita ao país asiático no último ano. O fime é inspirado na vida da doutora Nise da Silveira, que desafiou a psiquiatria dominada pelos homens nos anos 40 para propor uma nova forma de tratamento a partir da arte no lugar dos métodos violentos da época, como o eletrochoque e a lobotomia.

Outro destaque do Festival é o filme “O Roubo da Taça”. O protagonista, o ator Paulo Tiefenthaler, está em Pequim para apresentar o longa ao público local. O filme conta a famosa história do roubo da taça Jules Rimet (Copa do Mundo), no início dos anos 80, no Rio de Janeiro. O Brasil conquistou a taça em definitivo ao vencer a Itália por 4 a 1 na final da Copa de 70, no México, pela terceira vez.

A seleção do festival também inclui uma série de filmes brasileiros de diversos gêneros internacionalmente aclamados pela crítica, de diferentes períodos. O drama "Central do Brasil" foi indicado para o Oscar em 1999 em duas categorias. O thriller "Cidade de Deus" teve quatro indicações em 2004, um recorde para produções brasileiras. Ano passado, "O Menino e o Mundo” foi indicado na categoria de melhor animação entre os cinco finalistas do Oscar, feito inédito para a animação brasileira.

"Estamos realmente entusiasmados com a qualidade e a diversidade da seleção que estamos apresentando ao público de Pequim neste festival", diz Marcos Caramuru, embaixador do Brasil em Pequim. “O cinema brasileiro tem exercido um papel fundamental para as relações bilaterais”, afirma.

De acordo com Marcelo Azevedo, chefe da Seção Cultural da Embaixada do Brasil, o festival é uma iniciativa importante para aumentar o intercâmbio cultural entre os dois povos. "Grande parte do público chinês não é inteiramente consciente sobre nossa realidade, nossos principais dramas", explica. Azevedo lembra que a novela Escrava Isaura, que marcou uma geração na década de 80, foi a primeira grande produção estrangeira a ser exibida no país.
 
LISTA DE FILMES
 
Nise – O coração da Loucura
O Roubo da Taça
O Menino e o Mundo
Central do Brasil
O Lobo Atrás da Porta
Que Horas Ela Volta?
Mundo Cão
Cidade de Deus

 

Com informações da ascom

 

 

Sidebar Informações