Semana Estadual de Hip Hop 2018 acontecerá em janeiro

Por: Francisca Pinto

Ficou acertado que a programação deve incluir shows de rap, batalhas de break e MCs, oficinas e grafitagem.

Semana Estadual de Hip Hop 2018 acontecerá em janeiro Foto: Ascom

Nesta segunda-feira (04), em reunião entre representações do Hip Hop no estado e a Coordenadoria da Juventude (Cojuv) foi definida as datas que ocorrerá a Semana Estadual de Hip Hop. O evento será realizado nos dias 20 e 21 de janeiro.

Além disso, foi criada uma comissão de organização formada por quatro pessoas, Marcos Batista, DJ Zero, Caio das Neves e Cinza, para ficarem à frente do planejamento do evento. 

“Claro que outras representações ainda irão se somar. Esta foi apenas a primeira reunião. Tivemos algumas dificuldades, como o estado todo está enfrentando em relação à liberação de recurso, mas temos recurso garantido para realizar minimamente uma atividade que contemple os elementos do Hip Hop”, disse o coordenador estadual da Juventude, Vicente Gomes.

A comissão de organização também ficará responsável pela busca de patrocínio privado junto ao poder público. Nesta terça-feira (05), haverá uma nova reunião para tomar decisões mais pontuais. “A partir dessas decisões, apresentaremos as propostas para solicitar os recursos. O recurso é mínimo. Precisamos de bem mais para a valorização da cultura Hip Hop e mostrar para a sociedade a cultura da periferia porque, apesar do que a sociedade acha, a periferia não se resume a crime e violência”, disse Marcos Batista, um dos integrantes da comissão de organização.

Ficou acertado que a programação deve incluir shows de rap, batalhas de break e MCs, oficinas e grafitagem. E será disponibilizado transporte para que representações do Hip Hop de Oeiras, Picos e Parnaíba possam participar.

“Para 2018, queremos construir uma semana com vasta programação, que tenha várias oficinas não só em Teresina, mas também no interior do estado para que possamos difundir mais o movimento Hip Hop”, disse Gomes.

A semana é realizada com o apoio da Cojuv, da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e da Superintendência de Relações Sociais do Governo do Estado (Supres).

 

Fonte: Ascom

 

 

Sidebar Informações