Seleção equilibra jogadores antes de treinos com bola

Por: Rodrigo Antunes

Com treinos 'detox', seleção prepara jogadores antes de treinos mais intensos com bola na Granja Comary.

Seleção equilibra jogadores antes de treinos com bola Neymar durante treino na Granja Comary. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Tite não vê a hora de soltar a bola em campo nos pés de seus convocados para a Copa do Mundo, mas essa primeira semana de preparação vai impor algumas restrições ao ímpeto do treinador. Serão os “treinos detox”, expressão usada com bom humor entre a comissão técnica para definir o trabalho de eliminar toxinas do corpo dos atletas e afinar o grupo rumo à Rússia.

Preparadores físicos, fisiologistas, fisioterapeutas e médicos estão recebendo jogadores em situações muito distintas na Granja Comary. Há quem esteja parado há meses, caso de Neymar – 41 jogos ao longo de um ano para cá –, e há quem venha de uma intensa maratona, como Paulinho – 71 partidas no mesmo período. Uns se machucaram mais, outros menos.

Equilibrar os convocados é a missão desta semana.

– Precisamos quantificar e é muito importante tentar equilibrar a condição que os atletas estão se apresentando. São jogadores que vêm de diversos clubes, com métodos diferentes de trabalho, é importante tentar unificar esse conhecimento. Faremos diversos testes para medir as condições física e muscular para prevenirmos e chegarmos à Copa do Mundo na melhor situação possível – explicou o fisiologista Luiz Antônio Crescente.

“Detox” está na moda. A cada esquina ouvem-se pessoas falando em eliminar impurezas contraídas em excessos nos fins de semana, nas festas... Na Seleção, consiste em eliminar toxinas, substâncias produzidas durante toda uma temporada de esforço muscular.

Para ter uma noção precisa do estado atual de cada um, exames físicos, clínicos e de imagem, além de outros exigidos pela Fifa e também rotineiros, como avaliações sanguíneas e cardíacas, estão sendo feitos nesses primeiros dois dias de trabalho na Granja Comary.

– A Fifa solicita o preenchimento de um protocolo e alguns exames são solicitados para que os atletas possam participar da Copa do Mundo. Temos teste ergométrico, exames de sangue, avaliação médica, ecocardiograma. Além disso, nós estendemos e acrescentamos uma avaliação física para entender a questão de equilíbrio muscular de cada um – disse o médico Rodrigo Lasmar.

Com informações do GloboEsporte

 

 

 

Sidebar Informações