Acusados de matar policial aguardarão julgamento em liberdade

Por: Rodrigo Antunes

Decisão do juiz Antonio Noleto foi publicada nesta terça-feira (09). Grupo cumpre prisão preventiva há mais de um ano.

Acusados de matar policial aguardarão julgamento em liberdade Claudemir Sousa, do BOPE, morto em 2016. Foto: Rede Social

Nesta terça-feira (09) foi publicada a decisão do juiz Antônio Noleto, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, que acatou a denúncia do Ministério Público contra o grupo de 5 pessoas responsável pela morte do policial do BOPE, Claudemir Sousa.

Já era prevista a ida do caso para o tribunal, porém, além disso o juiz revogou a prisão preventiva dos 8 acusados de planejar e executar a morte do policial.

Agora, o grupo criminoso aguardará o julgamento em liberdade. A decisão foi tomada no último dia 06 de dezembro e só publicada nesta terça.

Os acusados estão presos há mais de um ano e, segundo descrito na decisão do juiz, cumpriram todos os atos processuais. Claudemir Sousa foi morto em dezembro de 2016 quando saía de uma academia no bairro Saci, zona sul de Teresina.

 

 

Sidebar Informações