Campo Maior comemora 196 anos da Batalha do Jenipapo

Por: Francisca Pinto

A solenidade cívica no monumento Heróis do Jenipapo iniciou às 17hs. O governador Wellington Dias esteve presente e deixou flores no cemitério dos heróis.

Campo Maior comemora 196 anos da Batalha do Jenipapo Foto: 45Graus

Neste dia 13 de março, foi de festa e homenagens em alusão aos 196 da Batalha do Jenipapo, em Campo Maior. O evento marcou a história do estado e ajudou a concretizar a independência do Brasil de Portugal.

A comemoração iniciou com uma missa ao meio dia, na Catedral de Santo Antonio, e teve a participação da vice-governadora Regina Sousa, o Prefeito Ribinha, a secretária de Assistência Social Nilsana Gomes, demais autoridades e a comunidade.

Ao final da missa, Regina Sousa falou sobre a importância da luta da Batalha do Jenipapo para a história do Brasil e como contribui para a independência do país.

Para o prefeito, o momento é de se reafirmar com Campomaiorense. “Que honremos nossa história, o povo e a fé. Honremos aqueles que lutaram com fé e coragem na esperança de melhores dias para todos”, disse.

Logo após a missa, às 14hs, aconteceu um culto na Primeira Igreja Batista. A solenidade cívica no monumento Heróis do Jenipapo iniciou às 17hs. O governador Wellington Dias esteve presente e deixou flores no cemitério dos heróis.

Em seu discurso, o prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha, agradeceu aos heróis que lutaram pela independência do Brasil e avaliou os desafios que vem enfrentando como prefeito.

Já o governador Wellington Dias falou sobre a história da Batalha e a importância que ela teve para independência do País.

 

Medalhas

Durante as comemorações da Batalha do Jenipapo, o Estado e o município homenagearam 55 pessoas. 28 pessoas foram homenageadas com a Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí pelo governo do estado do Piauí. A prefeitura de Campo Maior entregou 27 Medalhas de Heróis do Jenipapo.

 

História

A Batalha do Jenipapo ocorreu às margens do riacho de mesmo nome no dia 13 de março de 1823, a qual foi decisiva para a Independência do Brasil e consolidação do território nacional. Consistiu na luta de piauienses, maranhenses e cearenses contra as tropas do Major João José da Cunha Fidié, que era o comandante das tropas portuguesas, encarregadas de manter o norte da ex-colônia fiel à Coroa Portuguesa.

 

 

Sidebar Informações