Cemitério Jardim da Ressurreição realiza ação contra o feminicídio

Por: Francisca Pinto

A ação tem o objetivo de chamar atenção da sociedade para o número alarmante de casos de feminicídio no Brasil e incentivar as denúncias

Cemitério Jardim da Ressurreição realiza ação contra o feminicídio Foto: Ascom

O Cemitério Jardim da Ressurreição realiza a ação “Cemitério do Feminicídio” contra o grande número de feminicídio no Brasil. A ação ficará exposta para a visitação durante todo o mês de março.

Por todo o mês das mulheres, dentro do Jardim da Ressurreição terá uma área de 3m x 1m, onde estão fincadas 138 cruzes cor de rosa, uma referência às 138 vítimas de feminicídio no Brasil nesses primeiros dois meses de 2019.

Algumas cruzes têm o nome das vítimas, os casos mais conhecidos, que repercutiram na mídia nacional.

A ação tem o objetivo de chamar atenção da sociedade para o número alarmante de casos de feminicídio no Brasil e incentivar as denúncias de violência contra a mulher através do número 180.

 

Ação em outros cemitérios

A ação "Cemitério do Feminicídio" será replicada em vários cemitérios particulares em todo o Brasil. A iniciativa partiu do SINCEP – Sindicato dos Cemitérios e Crematórios Particulares do Brasil, entidade sediada em São Paulo da qual o Jardim da Ressurreição faz parte.

O que é feminicídio?

É um termo usado para designar toda violência contra a mulher – que leva ou pode levar à morte. Vai desde o assédio verbal e outras formas de abuso emocional, até o abuso físico ou sexual. Segundo a organização Mundial da Saúde, o feminicídio geralmente envolve o assassinato intencional de mulheres apenas por serem mulheres.

 

Dados de 2017

No ano de 2017, no Brasil 4.479 mulheres foram assassinadas, dentre elas 946 foram vítimas de feminicídio, uma média 12 mulheres por dia ou uma a cada 2h.

 

 

Sidebar Informações