Corso 2017 movimentou R$ 36,8 milhões em Teresina

Por: Bruna Ferreira

De acordo com a Prefeitura, o evento reuniu 330 mil pessoas este ano, registrando um aumento de 10% no fluxo de foliões em comparação à edição de 2016

Corso 2017 movimentou R$ 36,8 milhões em Teresina O Corso de Teresina acontece na Avenida Raul Lopes (Foto: Wilson Filho)

O Corso 2017, de acordo com um levantamento feito pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), registrou um aumento de 10% no fluxo de pessoas em comparação à edição de 2016, mostrando que 330 mil foliões participaram da festa em Teresina.

O evento, que este ano aconteceu no dia 18 de fevereiro, é um dos principais do Estado e a principal festa do momo na capital. A receita turística gerada durante o período fechou em R$ 36,8 milhões.

A Pesquisa de Opinião realizada pela SEMDEC revelou que pelo menos 7,5% do fluxo foi representado pela presença de turistas de outros estados do Brasil, enquanto 8,2% vieram de outros municípios piauienses. A pesquisa de campo contou com a aplicação de 306 questionários, com margem de erro de 5,7%, e foi aplicada por alunos do Curso de Turismo da Universidade Estadual (UESPI), treinados pela equipe de Turismo da SEMDEC.

Houve ainda um incremento de 200 metros de ocupação popular nos dois quilômetros de extensão do corredor da folia, em comparação à presença de foliões em 2016. Embora tenha sido registrada a redução no número de carros alegóricos, os frequentadores do Corso estão preferindo o asfalto para desfilar com suas fantasias. 

A pesquisa apontou, ainda, que a renda média mensal do folião entrevistado no Corso 2017 ficou em R$ 1.793,26, com base em 225 respostas. O gasto médio, realizado exclusivamente em função do evento, foi de R$ 111,66 por pessoa.

 

 

Sidebar Informações

Destaques