Idoso é condenado a 20 anos de prisão por estuprar a neta no Piauí

Por: Veridiana Carvalho

Além da condenação por estuprar a própria neta, o idoso é acusado de matar a nora e mãe da adolescente

A Justiça condenou Lourival Pereira do Nóbrega, 75 anos, a 20 anos de prisão pelo crime de estupro de vulnerável contra sua própria neta, uma adolescente de 13 anos, em Caracol, no Sul do Piauí, a 610 km de Teresina.

Vingança

Além da condenação por estuprar a própria neta, o idoso é acusado de matar a nora e mãe da adolescente, Fernanda de Sousa Silva, de 34 anos, três dias após ser denunciado à polícia. O idoso é acusado de matar também uma idosa de 65 anos sem justificar o motivo. As duas foram mortas a tiros.

Fernanda de Sousa denunciou ao Conselho Tutelar da cidade de Caracol, que levou o caso à delegacia de São Raimundo Nonato. A polícia entendeu que a morte da idosa ocorreu somente porque ela estaria junto da mãe da adolescente no momento em que o idoso foi matá-la.

Na época, a delegada Cintia Verena, da Delegacia de São Raimundo Nonato, afirmou que o homem teria atirado contra a nora e a idosa porque foi denunciado por estupro de vulnerável.

“Estávamos investigando e durante a investigação, ele, com raiva da mãe que o denunciou, cometeu esse crime bárbaro”, disse a delegada Cíntia.

Em relação aos homicídios, o idoso foi pronunciado para ser submetido a julgamento perante o Tribunal do Júri. Porém, a defesa do idoso recorreu e o processo está no Tribunal de Justiça do Piauí para julgamento de recurso.

Fonte: G1

 

 

Sidebar Informações