Juiz determina transferência de ex-tenente acusado de matar Iarla

Por: Francisca Pinto

A decisão de transferência do ex-oficial do Exército foi impetrada pela Advocacia Geral da União (AGU). José Ricardo da Silva Neto, encontra-se preso no 2º BEC

Juiz determina transferência de ex-tenente acusado de matar Iarla José Ricardo, ex-tenente do Exército/Foto: redes sociais

O juiz Antônio Nollêto, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, determinou que o ex-tenente do Exército, José Ricardo da Silva Neto, 22 anos, seja transferido para a Casa de Detenção Provisória de Altos. O ex-tenente é acusado de matar a tiros a namorada, Iarla Lima Barbosa, 25 anos.

A decisão de transferência do ex-oficial do Exército foi impetrada pela Advocacia Geral da União (AGU). No momento, José Ricardo da Silva Neto, encontra-se preso no 2º Batalhão de Engenharia e Construção (BEC),

A ação teve como titular, o advogado Francisco de Almeida, que afirmou que o acusado não é mais militar, não havendo motivação para que ele permaneça no 2º BEC.

 

Relembre o caso

José Ricardo da Silva Neto atirou contra a namorada, Iarla, no dia 19 de junho deste ano após sair de um bar na zona leste de Teresina. Ele ainda disparou contra a irmã contra uma amiga da namorada que estavam no banco de trás de seu carro.

O tenente foi expulso do Exército ainda no mês de agosto desse ano e mesmo assim permanece preso em uma unidade da corporação em Teresina.

 

Matérias relacionadas:

Leia mais: Ação pede que acusado de matar Iarla vá para presídio comum

Leia mais: Exército expulsa oficial que matou namorada na zona leste de THE

Leia mais: Tenente do Exército mata namorada a tiros na zona leste de Teresina

 

 

 

Sidebar Informações