Mulher é presa após invadir hospital e tentar matar funcionária

Por: Bruna Ferreira

Carmensita Ferreira de Oliveira estava com uma faca quando invadiu o local. O filho da suspeita também foi detido por ser foragido da Justiça

Mulher é presa após invadir hospital e tentar matar funcionária A mulher foi autuada por ameaça grave, por estar armada com uma faca

Uma mulher identificada como Carmensita Ferreira de Oliveira foi presa na tarde desta quarta-feira (15), por policiais do 13º BPM de Teresina, após invadir o Hospital Mariano Castelo Branco, localizado no Residencial Francisca Trindade, portando uma faca. Ela teria atentado contra a vida de uma funcionária e, de acordo com a polícia, foi levada por motivações passionais.

Ao realizarem uma vitoria na casa da mulher, a polícia ainda prendeu seu filho, identificado como Leonardo Oliveira Lima, que era foragido da Justiça. O homem foi detido ao tentar impedir a prisão de sua mãe. Já na residência da mulher, os policiais constataram que existia um mandado de prisão contra o filho dela, acusado de roubo.

De acordo com o tenente Elivaldo, do 13º BPM, como parte do procedimento, ao encontrar outra pessoa na casa, a polícia pediu para que ele se identificasse e apresentasse os documentos e quando ele informou os dados, foi encontrado o mandado de prisão preventiva em aberto.

Ainda segundo o tenente, a mulher não quis revelar os motivos para tentar assassinar a funcionária do hospital. Carmensita e Leonardo foram apresentados na Central de Flagrantes, onde foram autuados pelo delegado Antônio Maria Fortes Saraiva.

A mulher foi autuada por ameaça grave, por estar armada com uma faca. Ele foi ouvida e responderá em liberdade. O filho da mulher foi preso e ficará a disposição da justiça no sistema prisional.

A funcionária do hospital, segundo a polícia, será ouvida para tentar esclarecer as motivações do crime.

 

 

Sidebar Informações