Mulher grávida vítima de espancamento morre na Evangelina Rosa

Por: Portal 45 Graus

A vítima, que estava grávida de seis meses, não resistiu aos ferimentos decorridos do espancamento provocado pelo próprio marido. O bebê também veio a óbito.

Mulher grávida vítima de espancamento morre na Evangelina Rosa Foto: Secretaria de Saúde

Um mulher identificada como Karolina Silva, de 21 anos, morreu, nesse final de semana, após dar entrada na Maternidade Evangelina Rosa com sinais de lesão corporal.

Ela, que estava grávida de seis meses, não resistiu aos ferimentos decorridos do espancamento provocado pelo próprio marido. O bebê também veio a óbito. 

A vítima é do Maranhão e, de acordo com a nota emitida pela Maternidade Evangelina Rosa, ela teria sido agredida pelo marido e que quando deu entrada na unidade estava em estado grave.

O crime será encaminhado à polícia maranhense para que se abra um inquérito e seja investigado. 

Veja abaixo a nota emitida pela maternidade

A Maternidade Dona Evangelina Rosa esclarece que a paciente grávida, com iniciais KSS, proveniente do Maranhão, que sofreu espancamento do marido, deu entrada em estado grave na UTI da MDER e  não resistiu aos ferimentos, vindo a Óbito, apesar de todo  o atendimento prestado pela equipe médica. O caso está sendo investigado pela polícia do estado do Maranhão.

 

 

Sidebar Informações

Destaques