Mulher que foi queimada em incêndio morre no HUT

Por: Rodrigo Antunes

Vítima tinha 50% do corpo queimado com lesões de 1º e 2º graus. Companheiro já havia morrido com 80% do corpo queimado no dia 02 de julho.

A mulher que foi incendiada viva dentro de casa, no bairro Piçarra, não resistiu aos ferimentos e morreu nesta quinta-feira (12).

A vítima, identificada como Carla Pereira de Abreu, 25 anos, estava internada desde o dia do incêndio, no dia 30 de junho, e morreu dias após o companheiro, Luís Pereira Gonzaga, 54 anos, também morrer. Ela estava internada no HUT desde o dia do incêndio.

O incêndio foi causado pelo irmão de Luís, José Fernando Pereira Gonzaga, 47 anos, após desentendimentos familiares. A vítima estava com mais de 50% do corpo queimado, com queimaduras de 1º e 2º graus.

O companheiro, Luís Gonzaga, estava com 80% do corpo queimado e morreu no dia 02 de julho. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios.

 

 

Sidebar Informações