No Piauí, detentos trabalham na limpeza e capina de órgãos da segurança pública

Por: Veridiana Carvalho

O trabalho acontece em parceria com a Secretaria de Segurança do Piauí

No Piauí, detentos trabalham na limpeza e capina de órgãos da segurança pública Trabalho, oportunidade e ressocialização

Trabalho, oportunidade e ressocialização são pilares da parceria da Secretaria de Estado da Justiça com a Secretaria de Segurança Pública do Piauí. Por meio da união dos dois órgãos públicos, cerca de 12 detentos da Colônia Agrícola Major César Oliveira, em Altos, estão trabalhando na limpeza e capina externa da Academia de Polícia Civil, localizada na zona Sul de Teresina.

Além da Acadepol, os reeducandos já trabalharam na capina externa do Instituto de Medicina Legal (IML), delegacias, na reforma dos prédios que funcionarão as sedes da Força Estadual Integrada de Segurança Pública, no Centro de Teresina, e da Coordenadoria Estadual de Políticas para Mulheres, na zona Norte da capital.

Reginaldo Medeiros, gerente da Colônia Agrícola Major César Oliveira, ressalta a importância de oportunizar para que os detentos possam trabalhar. “É um trabalho que ajuda muito o interno, pelo fato de eles receberem remição de pena de um dia, a cada três dias trabalhados e, também, qualifica a mão de obra destes detentos. Recentemente, fechamos uma parceria com a Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano de Teresina, na qual eles farão a limpeza em vias e órgãos públicos”, completou.

Para o diretor da Acadepol, Adolfo Cardoso, o trabalho desenvolvido pelos internos traz um retorno para a sociedade piauiense, pois além de ressocializar destas pessoas que estão privadas de liberdade, através do trabalho, o Estado diminui os gastos com a manutenção dos órgãos públicos.

“Eu acho que tem duas grandes vantagens. Primeiro que o trabalho é uma ferramenta para a ressocialização para os presos. É um caminho mais rápido para voltar para a sociedade. Segundo, fica bem mais barato para a Secretaria de Segurança fazer essa limpeza nos prédios. Então, só tenho a agradecer pela iniciativa do secretário de Justiça, Carlos Edilson. Vejo como uma iniciativa excelente”, finalizou.

 

 

Sidebar Informações