Nono suspeito de participar de assalto em Campo Maior morre em confronto com a polícia

Por: Francisca Pinto

Segundo a Polícia Civil, ainda há dois foragidos um em Teresina e outro em Cocal.

Nono suspeito de participar de assalto em Campo Maior morre em confronto com a polícia Foto: divulgação SSP

Nesta quinta-feira (9), o nono suspeito de participar do assalto às agências bancárias da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, de Campo Maior, no dia 30 de abril, morreu em confronto com a polícia. O homem foi localizado e morreu às margens da BR-343, em Teresina, onde estava escondido.

Segundo a Polícia Civil, ainda há dois foragidos um em Teresina e outro em Cocal. A polícia estava em diligências desde a manhã desta quinta-feira (9) para encontrar o suspeito, identificado como Raimundo, natural de Uberlândia (MG). O homem havia fugido de carro após furar um bloqueio da PRF e se escondido dentro de um sítio na BR-343.

De acordo com o coronel Márcio Oliveira, comandante de Operações Especiais da Polícia Militar do Piauí, o suspeito foi visto pelo caseiro de um sítio e ofereceu dinheiro para o homem. O caseiro recusou a quantia e o suspeito escutou uma viatura da polícia passando pela BR-343, quando fugiu para a mata.

Francisco Ribeiro é o caseiro que viu o suspeito antes dele entrar em confronto com a polícia. Ele contou ao G1 que o bandido demonstrava estar com muito medo de ser preso e morto pela polícia.

“Era por volta de 7h desta quinta-feira, quando eu o vi dentro da mata. O homem se aproximou, pediu um copo com água e disse que estava com medo de ser morto. Ele me ofereceu uma quantia em dinheiro para que eu pudesse lhe dar um pouco de água, eu recusei o dinheiro, e disse que iria lhe dar o copo com água, mas ele não deixou eu entrar na minha casa, com receio de que eu fosse chamar a polícia. O suspeito estava desesperado tanto que quando viu um carro da polícia passando na BR, fugiu para dentro da mata novamente”, contou.

Ele foi morto no confronto com a polícia na localidade do sítio, na BR-343, que liga Teresina à cidade de Altos. A polícia encontrou com o suspeito uma mochila com dinheiro e uma pistola. Participaram da ação a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Civil, Polícia Militar e Força Tarefa da SSP/PI.

Até o momento, nove homens foram mortos e seis foram presos suspeitos de participação no crime. A maioria dos suspeitos é natural de Uberlândia (MG) e a polícia acredita que o suposto chefe da quadrilha seria um piauiense, Paulo França, que também foi morto em troca de tiros com policiais.

 

Fonte: G1

 

 

Sidebar Informações

Destaques