País tem 29 assassinatos de crianças e adolescentes por dia

Esse número coloca o Brasil em um triste terceiro lugar no ranking de homicídios nessa faixa etária

País tem 29 assassinatos de crianças e adolescentes por dia Divulgação Internet

O "Relatório Violência Letal Contra as Crianças e Adolescentes do Brasil", elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, mostra que em 2013, último ano em análise, 10.520 crianças e adolescentes foram vítimas de homicídio.

Esse número coloca o Brasil em um triste terceiro lugar no ranking de homicídios nessa faixa etária. Entre 85 países, o Brasil só está melhor que El Salvador e México. O relatório aponta ainda um número assustador de crianças e adolescentes mortos em acidentes de trânsito. Em uma lista de 88 países, o Brasil é o nono pior.

O estudo revela também que armas de fogo estiveram presentes em 78,2% dos homicídios de crianças e adolescentes de até 17 anos.

Os assassinatos têm um crescimento acentuado na entrada da adolescência, aos 12 anos, quando representam 6,7% do total de mortes, e alcançam o pico aos 17 anos, quando atingem a marca de 48,2% da mortalidade.

Segundo os dados recolhidos pelo autor do estudo, Julio Jacobo Waiselfisz, crianças e adolescentes negros são vítimas de homicídio 178% mais do que brancos, tendo em conta o tamanho das respectivas populações.

O relatório mostra ainda que, diariamente, quase duas crianças e adolescentes de até 18 anos cometeram suicídio em 2013.

Apesar de o Brasil ocupar a 43.ª posição entre os países com mais suicídios, o número tem vindo a aumentar, sendo que os municípios com mais mortalidade suicida são locais com fortes comunidades indígenas.

Enquanto houve um aumento de homicídios, mortes em acidentes de transporte e suicídios, as causas naturais como motivo de morte entre crianças e adolescentes diminuíram 78,5% em 23 anos, para 83,4 em 2013.

 

Fonte: Jornal de Notícias

 

 

Sidebar Informações