Piauí não tem municípios na lista dos mais violentos do país

Por: Veridiana Carvalho

Em Teresina, a redução dos homicídios em junho, até o momento, foi de 13%, em relação ao mesmo mês de 2021

Nenhuma cidade piauiense está na lista dos 30 municípios mais violentos do Brasil. A confirmação consta no Anuário Brasileiro da Segurança Pública 2022, divulgado pelo Fórum Brasileiro da Segurança Pública. A publicação se baseia em dados de ocorrências do ano de 2021, fornecidos pelas Secretarias de Segurança Pública dos estados e pelo IBGE. A relação das 30 cidades com as maiores taxas médias de Morte Violentas Intencionais (MVIs), entre 2019 e 2021, não inclui nenhum município piauiense.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) segue trabalhando para manter o Piauí entre os estados menos violentos do país. Segundo o setor de estatística do órgão, no mesmo ano de 2021, 103 municípios piauienses não registraram assassinatos, uma demonstração de eficiência das estratégias de policiamento e da política de segurança.

Para 2022, a expectativa da SSP é reduzir as estatísticas de MVIs. “E já estamos conseguindo. Em junho deste ano houve tendência de queda nas mortes violentas intencionais. Teresina já registra 13% de redução nos homicídios em relação a junho de 2021” afirma o secretário da Segurança, Rubens Pereira. Os dados são provisórios já que o mês de junho ainda não acabou.

Recentes investimentos no setor potencializam os resultados do combate à criminalidade. O governo adquiriu e entregou à Polícia Militar, 340 motos, um investimento de R$ 12 milhões. No âmbito do policiamento comunitário, a PM implementou o ciclopatrulhamento.

Segundo números, apresentados pela diretoria de inteligência da PM-PI, referentes aos primeiros cinco meses de 2022, aumentou em 39% a quantidade de armas apreendidas no Estado, 451 ao todo, em relação ao mesmo período de 2021. As ocorrências bem-sucedidas, que resultaram em apreensão de drogas e tráfico, aumentaram 64%. As estatísticas indicam ainda que o número de veículos roubados/furtados recuperados cresceu 36% totalizando 1.303 bens restituídos.

A atuação da força tarefa da Segurança Pública, envolvendo as polícias estaduais e federais no combate às facções criminosas no litoral, é uma das ações de destaque de enfrentamento à violência, em execução no Piauí. Em Teresina, as forças de segurança concentram esforços no cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão, visando tirar das ruas criminosos procurados pela justiça por condenação ou prisão cautelar.

A atuação integrada com o Ministério da Justiça é outra estratégia destacada. Nessa quarta-feira (29), o secretário da Segurança, Rubens Pereira, se reuniu com um representante da Secretaria de Operações Integradas do MJ, articulando ações de enfrentamento à criminalidade.

“É muito importante, sobretudo quanto aos crimes que têm atuação das organizações criminosas de forma regional. É uma troca de informações com os serviços de inteligência dos estados do Ceará, Maranhão e Bahia” ressaltou Pereira.

 

 

Sidebar Informações

Destaques