Piauí registra aumento de 115,3% nos casos de chikungunya

Por: Francisca Pinto

As maiores incidências de chikungunya por 100 mil habitantes foram registradas em Cajueiro da Praia, São Raimundo Nonato, Várzea Branca, Luis Correia

Piauí registra aumento de 115,3% nos casos de chikungunya Aedes Aegypti mosquito causador da dengue, zika ou chikungunya/Foto: Reprodução

O Piauí registrou um aumento de 115,3% nos casos de chikungunya em relação ao mesmo período de 2016. De 01 de janeiro a 09 de agosto deste ano foram 4.114 casos notificados, em 88 municípios. Os dados foram apresentados pela Sala Estadual de Coordenação e Controle das Ações de Enfrentamento à Microcefalia, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi).

As maiores incidências de chikungunya por 100 mil habitantes foram registradas nas cidades de Cajueiro da Praia (1530), São Raimundo Nonato (1497), Várzea Branca (940,9), Luis Correia (740,9) e Arraial (663,8).

O supervisor do Programa da Dengue na Sesapi, Antônio Manuel Araújo, chama a atenção para o papel dos municípios nas ações de combate ao Aedes. "Esses devem, em primeiro lugar, manter o controle do mosquito por meio das equipes de combate às endemias e dos agentes comunitários em saúde, identificando e eliminando focos em todos os imóveis do município, principalmente nos bairros com maior concentração de casos”, destaca Manuel.

Em relação aos casos de dengue foram registrados uma redução de 13,3% nos casos, em relação ao mesmo período de 2016. Foram 4.195 casos notificados em 120 municípios.

Os municípios que apresentaram maior número de notificações da doença foram Teresina (2.010), São Raimundo Nonato (173), Pedro II (162), Floriano (161) e Oeiras (159). Na capital, foram registrados três e em Piracuruca dois casos de dengue com sinais de alarme.

Outra questão a ser efetivada pelo município, ainda de acordo com o coordenador, é buscar “envolver a população, porque em cada domicílio, se as pessoas não tiverem o devido cuidado, especialmente com os depósitos das águas armazenadas, mantendo os recipientes fechados, não conseguiremos controlar esse mosquito e também com as fossas porque o mosquito se reproduz também em água suja”.

Os dados da zika apontam 137 casos notificados em 18 municípios. Os números da microcefalia registram 10 novos casos em 2017.

 

 Confira o boletim epidemiológico.

 

 

Sidebar Informações