Piauí terá linha de cuidados com a saúde para pessoa idosa

Por: Rodrigo Antunes

Esse serviço será voltado a 12% da população piauiense, que possuem 60 anos ou mais e que necessitam de cuidados e políticas públicas especiais.

Piauí terá linha de cuidados com a saúde para pessoa idosa Programa de Saúde do Idoso. Foto: Divulgação

No dia Nacional do Idoso, comemorado hoje, dia 1º, a Secretaria de Estado da Saúde divulga os estudos para implantar a linha de cuidados voltados à pessoa idosa para garantir um melhor atendimento e organizar os serviços. Esse serviço será voltado a 12% da população piauiense, que possuem 60 anos ou mais e que necessitam de cuidados e políticas públicas especiais.
  
A linha de cuidado é uma organização dos serviços, aonde todos os dispositivos relacionados à pessoa idosa serão organizados num fluxo de atendimento. A linha envolve diversas secretarias por meio de um trabalho intersetorial e está em fase de discussões. Para isso, será instituído um grupo condutor com diversos representantes das instituições e conselhos para ser desenhada a linha de cuidado à pessoa idosa no Piauí. 

A organização da linha de cuidados contou com as orientações da coordenadora da Saúde do Idoso do Ministério da Saúde, Cristina Hoffman. “Nesse momento, precisamos organizar a rede para atender as necessidades da pessoa idosa. No Brasil 14,3% da população é idosa. Precisamos desenvolver estratégias e ações para que a população possa envelhecer com qualidade de vida. Aqui no Piau, debatemos sobre como organizar a partir da rede de saúde existente, articulando com outros setores e instituições. Queremos encontrar a melhor solução e otimizar recursos”, disse Hoffman. 

A coordenadora enfatiza que há uma mudança crescente na realidade demográfica e epidemiológica no Brasil, no perfil da população, que provoca uma adequação das políticas públicas, principalmente da saúde e assistência social, que precisam estar bem atentas a essas mudanças para suprir as necessidades da população. 

A pessoa idosa necessita de acompanhamento e cuidado longitudinal. Para isso, a Secretaria de Saúde já se programa para que sejam feitas capacitações para os profissionais de que compõem as diversas áreas, trabalhando para identificar o idoso vulnerável para atender necessidades específicas de diversos perfis de idosos. 

Segundo a coordenadora da Saúde do Adulto e do Idoso do estado, Valdite Costa, é muito importante que as atenções básica e especializada estejam juntas e trabalhem de forma integrativa. 
“Nossa intenção é que o idoso tenha qualidade de vida. Hoje nós falamos sobre envelhecimento ativo, que está relacionado à saúde, moradia, esporte, lazer. O perfil do idoso, em sua maioria, ainda é aquele que fica em casa, sendo acompanhado por uma pessoa da família que muitas vezes não entende as especificidades da pessoa idosa. Queremos mudar o perfil do idoso no nosso estado e no Brasil”, comenta Valdite Costa.

Evento alusivo ao Dia da Pessoa Idosa

A Secretaria de Estado da Saúde, juntamente com diversos parceiros, realiza amanhã, dia 2, atividades voltadas para os idosos. O evento será realizado das 9h às 12h, na UBS do Poty Velho.
A atividade contará com celebração religiosa e apresentação cultural na Casa da Comunidade, como dança e música. Serão ofertadas práticas integrativas tais como auriculoterapia, orientações sobre hipertensão arterial, diabetes, dislipidemia, obesidade, tabagismo, equilíbrio mental e alimentação saudável.
 

 

 

Sidebar Informações