Plano Nacional de Saúde Integral LGBT é aprovado em assembleia

Por: Francisca Pinto

"A população LGBT tem direito ao atendimento livre de preconceitos e discriminação", disse o secretário de saúde do Piauí, Florentino Neto

Plano Nacional de Saúde Integral LGBT é aprovado em assembleia O secretário de saúde Florentino neto participor da assembleia/Foto: Ascom Sesapi

Em assembleia do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), realizada nesta quarta-feira (27), em Brasília, foi aprovado, por unanimidade, indicativo de resolução que será submetida à Comissão Intergestores Tripartite, instituindo o Plano Operativo da Política Nacional de Saúde Integral de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais.

 “A população LGBT tem direito ao atendimento livre de preconceitos e discriminação, por isso que no Piauí reforçamos as políticas de equidade e trabalhamos sempre para desenvolver ações que proporcionam o acesso à saúde por toda a população”, disse Florentino Neto, secretário de Estado da Saúde do Piauí.

Piauí

Atualmente, o Piauí está em processo de implantação do ambulatório para atendimento especializado à população LGBT. Com objetivo de cuidar da saúde integral da população LGBT, o ambulatório será formado por equipe multiprofissional, com endocrinologistas, psicólogos, psiquiatras, ginecologista, urologista e assistente social.

O serviço especializado funcionará por meio de uma parceria da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) e Secretaria de Estado da Assistência Social (Sasc), com o Centro de Referência LGBT, sendo um segmento que dispõe de assistência a esse público. As consultas serão agendadas neste mesmo espaço, facilitando o acesso ao serviço. A previsão é que ainda este ano o ambulatório esteja em funcionamento.

 

Com informações da Ascom Sesapi.

 

 

Sidebar Informações

Destaques