Policial é preso suspeito de torturar e estuprar detentas em presidio de Picos

Por: Veridiana Carvalho

Foram 10 meses de investigação que culminaram na prisão do suspeito, J.P. de O

 

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Defesa dos Direitos da Mulher - Picos, cumpriu, na data de 11/05/2022, após conclusão de procedimento investigativo,  mandado de prisão preventiva (representação da autoridade policial) em desfavor do nacional de inicias J. P. de O., policial penal lotado na Penitenciária Feminina daquela cidade, pelos crimes graves de estupro e tortura, tendo por vítimas detentas da unidade prisional. Desde o início das investigações, a Secretaria de estado da Justiça colaborou com a Polícia Civil.

De acordo com a Delegacia de Defesa dos Direitos da Mulher de Picos (DEAM), as investigações do caso foram iniciadas no mês de agosto, após uma detenta egressa do sistema penitenciário registrar Boletim de Ocorrência, noticiar ter sido estuprada pelo suspeito.

A DEAM/Picos, por meio dessas e outras ações contundentes, reafirma seu compromisso com a sociedade no combate à violência contra a mulher

 

 

 

 

Sidebar Informações