Projeto de Alfabetização poderá ser utilizado por todas as escolas do Brasil

Por: Portal 45 Graus

O Projeto intitulado Dos Contos aos Musicais, a Alfabetização se faz, foi escolhido entre as 10 práticas inovadoras

Projeto de Alfabetização poderá ser utilizado por todas as escolas do Brasil Foto: Semed

A Fundação Milton Soldani Afonso, que trabalha com a educação de quase 300 crianças da rede pública municipal de ensino de Campo Maior, é destaque a nível nacional no projeto de Alfabetização, por meio da utilização de contos de grandes clássicos como O Pequeno Príncipe, o Mágico de Oz, Alice nos País das Maravilhas, entre outros.  

O Projeto intitulado Dos Contos aos Musicais, a Alfabetização se faz, escrito no Conectando Saberes, de autoria do Professor Antônio Ibiapina, foi escolhido entre as 10 práticas inovadoras e faz parte do banco de projetos nacionais do Conectando Saberes, podendo ser replicado em todas as escolas do Brasil.

A proposta foi apresentada no município de Cocal dos Alves recentemente, polo mais próximo para a apresentação do Projeto, que faz parte de um banco nacional do Conectando Saberes da Fundação Lemann, que realizou o primeiro Seminário Conectando boas práticas 2019 no município de Cocal dos Alves.

“ É extremamente gratificante, não me envaidece esse reconhecimento, mas é sempre bom saber que aquilo que você idealiza, executa, dá bons resultados e, principalmente, consegue transformar de alguma forma a vida desses pequenos. O mérito é todo deles, que nos inquietam e fazem a gente buscar novos métodos e novas maneiras de alfabetizar”, declarou o professor Antônio.

A secretária Municipal de Educação, Conceição Lima, e o prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha, parabenizaram o professor e a escola pelos resultados no crescimento tanto do IDEB, que destacou-se como a que mais cresceu na última avaliação, como nos projetos que têm sido desenvolvidos.

Prefeito de Campo Maior, professor Ribinha, e secretária de Educação, Conceição Lima

Segundo a direção, que tem como responsável a professora Adriana Matos Rocha, na avaliação do IDEB dos anos de 2017 e 2018, a escola ficou com o maior índice em crescimento das escolas da rede pública municipal de Campo Maior, crescendo 2.02. "Ela saiu de 3.08 referentes ao ano de 2015, para 6.0 em 2017", explicou a diretora.

O prefeito Professor Ribinha destacou que a vontade de trabalhar pela educação é cada vez maior, especialmente quando alcançam estas conquistas que dá uma injeção de ânimo por todas as dificuldades que enfrentam. 

"Eu não tenho dúvida, se o trabalho está fluindo, os resultados estão aparecendo, é porque ela está conseguindo unir toda a equipe em um só objetivo", ressaltou o prefeito, ressaltando que a escola hoje se apresenta de uma forma diferenciada, e este crédito é confirmado, pela quantidade de aluno que procura e são matriculados.

 

 

Fonte: Prefeitura de Campo Maior

 

 

 

Sidebar Informações