Projeto de Lei obriga exibição de publicidade contra pedofilia nos cinemas

Por: Allan Matos

O projeto é de autoria do deputado Evaldo Gomes e tem como relator o deputado Fernando Monteiro, e vai para discussão e votação no plenário.

Projeto de Lei obriga exibição de publicidade contra pedofilia nos cinemas Evaldo Gomes,

Foi discutido na manhã desta terça-feira (16) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o projeto de Lei de autoria do deputado Evaldo Gomes (PTC), que obriga que nas salas de cinema sejam exibidas no início do filme propagandas sobre a pedofilia, problema que não atinge só o Piauí, mas todo o país. De acordo com o deputado, esse projeto já foi apresentado e discutido na Câmara Municipal em sua gestão como vereador, porém não foi posto em prática.

“Quando eu fui vereador de Teresina, eu apresentei o mesmo projeto na Câmara Municipal. O projeto foi debatido, foi discutido, e, no entanto não foi posto em prática. Agora a gente volta com a mesma matéria apresentando o projeto na Assembléia Legislativa, e que agora não abrange só Teresina, mas o estado do Piauí”, diz Evaldo Gomes.

Ainda segundo o deputado Evaldo, o projeto que tem como relator o deputado Fernando Monteiro (PRTB), é de extrema importância para informar a população sobre os malefícios da pedofilia no Estado que atinge crianças e adolescentes, mesmo as salas de cinema estando concentradas na capital. De acordo com o projeto, a exibição da publicidade deve ser no início ou em um intervalo da exibição do filme e deve ter a duração de 3 a 5 minutos.

“E lógico que as salas de cinemas estão localizadas mais na capital, mas é uma forma de poder dar uma publicidade de esclarecer muita gente dos malefícios da pedofilia no nosso estado. a pedofilia é um grande mal que atinge profundamente as nossas crianças e adolescentes. É uma mal não só do Piauí, mas de todo o Brasil, até do mundo, e esse projeto traz um papel importantíssimo de poder esclarecer a população, no inicio ou nos intervalos das exibições dos filmes de 3 a 5 minutos nas salas dos cinemas”, conclui Evaldo Gomes.

Agora, o projeto vai para discussão e votação no plenário. A expectativa do deputado é de que seja aprovado e que o governador não apenas sancione, mas coloque em prática.

Informações da repórter Juliana Gomes/45graus

 

 

Sidebar Informações