Mais de 100 mil pessoas passaram pelos cemitérios da capital

Por: Ana Paula Lima

Dia de Finados: Multidão presta homenagem a entes queridos nos mais diversos cemitérios da cidade.

Mais de 100 mil pessoas passaram pelos cemitérios da capital Cemitério São Pedro, bairro Poty Velho. (Foto: Ana Paula Lima)

O dia de finados é de movimentação intensa nos cemitérios de Teresina. Parentes e amigos fazem homenagens aos seus entes queridos que faleceram e reavivam suas memórias. A Prefeitura Municipal afirmou que a média de pessoas que visitam os cemitérios nessa quarta-feira (02) deve ser mais de 100mil em toda a capital.

O comerciante Josias Feitosa aproveitou a data para visitar os túmulos do sobrinho e de sua mãe, falecidos no final da década de 90. O sobrinho de Josias veio a óbito após sofrer um acidente e três anos depois, falece a mãe por complicações cardíacas. Duas perdas em um curto intervalo de tempo que deixam até hoje a saudade e as lembranças, como afirma Josias.

"O dia de finados é uma forma de pensar naquelas pessoas que já faleceram, nos nossos entes queridos, entendo também como uma forma de tradição. Tento pensar nos bons momentos que passei perto dessas pessoas e orar a Deus para que elas estejam em um bom lugar e se possível, que possa está intercedendo por nós aqui". Afirma.

Para Josias Feitosa, o dia de finados representa uma mistura de tradição e memória e segundo ele, as lembranças e homenagens aos seus falecidos não são feitas somente no dia de finados, mas assim que possível, a recordação é feita em suas orações e durante as missas que ele participa.

- Nos momentos que vou à igreja, às vezes eu coloco os nomes nas missas ou simplesmente penso neles durante minhas orações, não só eles, mas lembro de outros familiares e amigos que já se foram também. Comenta Josias.

Assim como Josias, várias pessoas lotam os cemitérios da capital mantendo a tradição de homenagens no dia dos mortos.

 

 

Sidebar Informações

Destaques