Crise no mercado Imobiliário deve chegar ao fim

Por: Francisca Pinto

Estudo da Consultoria Cushman & Wakefield aponta tendência de crescimento no setor

Crise no mercado Imobiliário deve chegar ao fim Foto: reprodução Google

Há cerca de seis anos o preço do metro quadrado dos imóveis corporativos permanece estável ou em queda, agora construtoras, fornecedores do setor e imobiliárias vislumbram um horizonte de aquecimento do mercado.

A pesquisa da consultoria norte-americana sugere uma alta no preço do metro quadrado de imóveis corporativos. Assim salas comerciais, escritórios de empresas e similares devem ter alta nos preços o que é vantajoso para o locador. Nesse cenário, o primeiro trimestre representa a última janela de oportunidades para empresas que desejam mudar de escritório. A partir de março o locatário deve perder a vantagem na negociação. Segundo Celina Antunes, Presidente da Cushman & Wakefield para a América do Sul, “essa é a última chance de o inquilino conseguir uma negociação mais favorável. A vantagem nas negociações deve passar do locatário para o locador em 2019”.

Dados da mesma consultoria indicam crescimento de 10% nas vendas de imóveis residenciais. Essa perspectiva otimista tem sido gerada por dois fatores distintos. Por um lado, a discreta melhora na economia provocou um aumento na demanda por imóveis. Em outra via, a queda na oferta de novos empreendimentos, considerando que as incorporadoras passaram a construir menos por conta da recessão. É como se o mercado imobiliário encontrasse sua própria regulação entre oferta e procura.

De qualquer modo o clima de otimismo que há muito não dava as caras parece mostrar uma face mais simpática.

 

Com informações do InfoMoney

 

 

Sidebar Informações