Conteúdo principal da notícia

Reforma da Previdência Estadual é aprovada na Assembleia Legislativa

Reforma da Previdência Estadual é aprovada na Assembleia Legislativa

Matéria atualizada às 18h07

Depois de um dia inteiro de debates, marcados também por protestos de servidores públicos contrários, a proposta de reforma da Previdência Estadual, encaminhada pelo governo do Estado, foi aprovada no plenário da Assembleia Legistaviva, no final da tarde desta quarta-feira(11). 

O placar foi de 24 votos a favor e 4 contra. Os deputados estaduais que votaram contra foram Gustavo Neiva(PSB), Teresa Britto(PV), Marden Meneses(PSDB) e Lucy Soares(Progressistas). 

A votação no plenário começou após a aprovação pelos integrantes da Comissão de Constituição e Justiça(CCJ), que analisaram se a reforma estava de acordo com a constitucionalidade.

O dia de votação, porém, começou ainda pela manhã, quando foi realizada uma audiência pública com a participação de alguns representantes de sindicatos. 

Matéria original

A Assembleia Legislativa do Piauí(Alepi), por meio de sua Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), iniciou, nesta quarta-feira(11), a audiência pública para debater a reforma da previdência dos servidores públicos do Estado do Piauí. 

O presidente da CCJ, deputado Júlio Arcoverde (Progressistas), colocou o requerimento em votação (nominal) e a proposta foi aprovada por unanimidade pela CCJ na terça-feira(10). A  audiência foi  proposta pelo deputado da oposição, Gustavo Neiva (PSB). 

Durante a audiência, foi organizado todo um esquema de segurança para controlar a entrada de manifestantes no local, com a permissão de entrar apenas três representantes de cada sindicato.

Além disso, a segurança foi reforçada ainda com grades e mais policiais para evitar tumultos. Para acomodar mais pessoas, a audiência é realizada no Cine Teatro da Assembleia. 

Na oportunidade, o presidente do Piauí Prev, Ricardo Pontes, disse que o estado não tem como manter as obrigações em dia se a reforma previdência estadual não for aprovada. Ele projeta uma economida de milhões caso ela passe.

"Se a reforma for aprovada, a expectativa é de que tenhamos uma economia mensal de R$150 milhões no poder executivo estadual e de R$200 milhões ao ano nos demais poderes", destacou Ricardo. 

 

Compartilhe:

Sidebar Informações

Destaques