Reforma administrativa em Oeiras pode custar mais de R$14 milhões

Por: Bruna Ferreira

O prefeito Zé Raimundo apresentou um projeto de lei para a criação de 31 novos cargos comissionados, sendo 26 destinados para a nova secretaria

Reforma administrativa em Oeiras pode custar mais de R$14 milhões Vereador Beron (PMDB) (Foto: Portal Integração)

O prefeito da cidade de Oeiras, Zé Raimundo (PP), enviou um Projeto de Lei para a Câmara Municipal, solicitando a criação de 31 novos cargos comissionados, modificando a estrutura organizacional do Município.

A atual estrutura foi aprovada em março de 2015, na gestão do ex-prefeito Lukano Sá, com a criação da Lei 1.786/2015, que autoriza o município a nomear 256 cargos comissionados.

O projeto do atual prefeito modifica a Lei 1.786/2025 juntamente com a Lei 1.790, que é uma alteração de um parágrafo dentro da Lei 1.786/2015, solicitando, além da criação de mais 31 cargos comissionados, o desmembramento da Secretária de Finanças e Administração, passando a ser duas secretárias distintas. Destes cargos, 26 são para a nova secretária que custará R$14.603.280,00 aos cofres públicos.

A criação dos novos cargos gerou um aumento de R$ 11.462.592,00 por ano, na despesa do município. De acordo com o vereador do município Beron (PMDB), os cargos que foram criados são de livre nomeação do prefeito, e ele os distribuiu ao seu critério. São cargos destinados a funcionários concursados que recebem um abono a mais.

Segundo o vereador, esse dinheiro público poderia ser usado para gerar empregos de outras formas. Beron disse ser contra gerar gastos com cargos apenas com critério político, o famoso “ajeitamento político”, se a criação de cargos for através de concursos.

Beron declarou que a cidade tem obras, infelizmente paradas, que trazem benefícios à população, onde esse dinheiro poderia ser investido. No bairro Canela, existe a obra da Creche Pró Infância, apesar de ser implantada com recursos federais, se arrasta há mais de 8 anos, orçada em mais de um milhão e meio de reais.

A obra da creche se arrasta há mais de 8 anos (Foto: Portal Integração)

 

Com informações do Portal Integração

 

 

Sidebar Informações