Inquérito civil apura responsabilidade da falta de água em Pedro II

Por: Sucursal em Pedro II-PI e Lagoa de S. Francisco-PI

Vários bairros de Pedro II enfrenta desabastecimento total desde o mês de agosto

Inquérito civil apura responsabilidade da falta de água em Pedro II Estação de Tratamento de água em Pedro II (foto: redação 45Graus Pedro II)

O Ministério Público do Estado do Piauí, através da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Pedro II, instaurou inquérito civil para apurar as responsabilidades da ineficiência dos serviços de fornecimento e abastecimento d’água na cidade de Pedro II.

Conforme o promotor substituto Dr. Sávio Eduardo de Carvalho, o entendimento é que tanto a concessionária pública de abastecimento AGESPISA e a Prefeitura de Pedro II são responsáveis diretos pelo os serviços de abastecimento de agua para os moradores da zona urbana de Pedro II.

Na instrução do processo, a desculpa que a situação de climáticas da falta de chuvas não isenta o poder público e a AGESPISA de buscarem soluções para a resolução da problemática do desabastecimento, já que o fato não é inédito no município. Outro fato constante no procedimento do promotor trata também de chamar a atenção da agência reguladora deste tipo de serviço, a AGRESPISA, que tem a função de fiscalizar e aplicar sansões as concessionarias, permissionárias e autorizadas, que prestam serviços públicos em áreas de captação, tratamento e distribuição de água potável e de saneamento no Estado do Piaui.

O inquérito civil foi aberto através da Portaria 067/2017, no dia 21 de setembro, e após a formalização junto aos órgãos responsáveis, terão dez dias para dá respostas à 2ª Promotoria de Justiça das providencias que estão sendo tomadas para estabelecer os serviços de abastecimento e fornecimento de água na cidade de Pedro II.

Entenda a situação:

No final do mês de agosto, o atual sistema de abastecimento d’água de Pedro II entrou numa crise após a bomba flutuante que capta água no açude Joana deixou de operar após o reconhecimento que o reservatório está quase seco.

Os poços perfurados na orla do açude Joana juntamente com a fonte Pirapora não foi suficiente para abastecer a cidade. Desde então, os moradores de varias partes da cidade nunca mais sabem o que é ter agua na torneira. Os bairros mais afetados são o Loteamento Flor de Lis, Conjunto Itamaraty no bairro Vila Operário e o bairro Santa Fé, por estarem nas regiões mais altas da cidade.

 

 

 

Tópico: Pedro II

Sidebar Informações