Pedro II: Conselho Municipal de Defesa Civil delibera ações sobre a crise hidrica

Por: Sucursal em Pedro II-PI e Lagoa de S. Francisco-PI

Conforme os técnicos da Defesa Civil do Estado, as ações para amenizar a crise hídrica deve partir do Conselho Municipal de Defesa Civil de Pedro II

Pedro II: Conselho Municipal de Defesa Civil delibera ações sobre a crise hidrica participantes da reunião (Foto: E.Martins)

Na última quarta-feira, o Conselho Municipal de Defesa Civil de Pedro II se reuniu com a participação de outros representantes da sociedade civil organizada como o Presidente da Associação de Moradores do Bairro Santa Fé e dos membros da Coordenação da Associação de Defesa da Cidadania, para tratar das demandas referentes à crise no abastecimento urbano de Pedro II.

Os participantes da reunião fizeram encaminhamentos que deverá ser atendidos pela a Secretaria Estadual de Defesa Civil do Governo do Estado do Piaui.

Dentre as medidas, destacam-se a imediata perfuração de cinco novos poços tubulares ás margens da Orla do Açude Joana, já que a rede da AGESPISA e a rede elétrica nas proximidades. Outro encaminhamento é solicitar da Defesa Civil do Estado que intermedie junto à Companhia de Pesquisa de Recursos Mineral (CPRM) os estudos dos aquíferos e da viabilidade do uso do aquífero Serra Grande, no sertão de Pedro II.

Outros encaminhamentos são quanto ao tramite da viabilidade da cessão do poço do chafariz que fica localizada detrás da Secretaria Municipal de Educação, da mesma ser interligada a Estação de Tratamento da AGESPISA, e de outros poços públicos de maior vazão.

Outra preocupação que conforme informações estão havendo famílias com doenças ligadas às ingestões de agua contaminada nos bairros e que a Secretaria Municipal de saúde tem que ter atenção especial, inclusive realizando campanhas educativas para os cuidados e tratamento da água.

Outra preocupação é quanto ao rodizio do fornecimento d´água, pois a equipe local da AGESPISA não tem controle da rede de distribuição pela a cidade, necessitando-o um acompanhamento deste trabalho.

Haverá a solicitação de caminhões pipas para contribuir nos bairros mais afetados pela a crise hídrica.

Conforme o Coordenador de Defesa Civil da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Marcelo Braga, os encaminhamentos aprovados pelo o coletivo estará sendo encaminhados para a Defesa Civil do Estado: “Nesta sexta-feira, estaremos entregando pessoalmente a demanda de Pedro II para amenizar a nossa situação da crise hídrica”.

Além dos representantes da sociedade civil, participaram da reunião do Conselho, os vereadores Samuel Silva, Lurdinha Alves e Joaquim Neto.

 

 

 

Tópico: Pedro II

Sidebar Informações