Polícia apreende celulares roubados em lojas de Piripiri

Por: Allan Matos

Na segunda fase da operação foram apreendidos também tablets e notebooks. Alguns comerciantes compravam os produtos roubados e depois revendiam.

Polícia apreende celulares roubados em lojas de Piripiri A operação mobilizou 25 Policiais Civis. (Foto: Piripirireporter)

Na manhã desta segunda-feira (5), a Polícia Civil realizou em Piripiri a segunda fase da Operação Graham Bell. Mais de cem aparelhos celulares, tablets e notebooks apreendidos em lojas da cidade. A Polícia investiga um esquema entre assaltantes e alguns comerciantes, que compram produtos roubados e depois revendem. A operação mobilizou 25 Policiais Civis.

"São lojas da cidade que negociam aparelhos, todas com inquéritos instaurados com elementos comprovando que receptaram e venderam para outras pessoas", explica o Delegado Regional Jorge Terceiro.

Foram meses de investigação até chegar a seis estabelecimentos, que foram alvos de inquéritos para que o juiz determinasse mandados de busca e apreensão. Foram cumpridos quatro mandatos de busca nas residências dos comerciantes.

O material roubado era revendido pelos comerciantes. (Foto: PiripiriReporter)

Foi a continuidade da operação intitulada Graham Bell, nome alusivo ao inventor do telefone, e mostra resultados, diminuindo os roubos de celulares por conta da inibição da compra dos aparelhos pelos comerciantes, que são autuados por receptação. 

"Esses comerciantes responderão receptação qualificada. Tem obrigação de saber da origem dos objetos. No futuro, ainda haverão outros cumprimentos de mandados de busca e apreensão, como desdobramento da investigação. Estamos levantando informações da existência ou não de algum tipo de organização criminosa envolvendo tanto os assaltantes, ladrões e proprietários das lojas", finaliza o delegado. 

Informações Piripirireporter

 

 

Sidebar Informações