Governo agora quer implantar outra PPP para dessalinizar água

Por: Rodrigo Antunes

Mesmo com polêmicas envolvendo outras PPPs, governo agora planeja parceria com empresa israelense para dessalinizar água de alguns municípios.

Governo agora quer implantar outra PPP para dessalinizar água Wellington Dias, governador do Piauí. Foto: CCOM

Após as polêmicas Parcerias Público Privadas (PPPs) dos terminais rodoviários e da Agespisa, o Governo do Estado agora planeja uma nova parceria do tipo para dessalinizar a água para consumo humano em alguns municípios.

A proposta apresentada por representantes da empresa Mitrelli internacional em reunião com o governador Wellington Dias, é implantar um projeto piloto de dessalinização por osmose reversa, que deve ser aplicado em municípios onde é alto o índice de sal na água subterrânea. Os investimentos deverão ser feitos para as duas empresas de água do estado, a Agespisa e a Águas de Teresina.

Segundo as fontes do governo, ao todo no estado são 42 municípios que enfrentam o problema de alto índice de sal na água subterrânea. Dois exemplos são os municípios de Fartura do Piauí e Cajueiro da Praia. A empresa que propõe a parceria é israelense e possui larga experiência na reciclagem de água, proveniente do processo de dessalinização e tratamento da água.

Polêmicas envolvendo PPPs

As últimas PPPs realizadas pelo governo do estado tem sido alvo de polêmicas nas últimas semanas. Setores da imprensa e deputados de oposição questionam contratos tanto com as próprias empresas vencedoras dos certames, quanto com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Na assembleia legislativa o embate tem sido constante na busca por fiscalização dos contratos celebrados entre o estado e as empresas. A proposta de implantação de mais uma PPP deve aquecer a discussão.

 

 

Sidebar Informações