Líderes do PMDB reagem e dizem que decisão de candidatura é do diretório

Por: Francisca Pinto

Apesar de João Henrique propor ao presidente proibição de coligação com PT e PC do B, líderes do PMDB do Piauí reagem e dizem que decisão não é do presidente.

Líderes do PMDB reagem e dizem que decisão de candidatura é do diretório Themístocles Sampaio e João Madson, do PMDB do Piauí. Foto: 45graus

Foi divulgado recentemente na imprensa local que o presidente nacional do PMDB, senador Romero Jucá, havia comentado em reunião com alguns prefeitos do Piauí, que iria propor à direção nacional a proibição de alianças do PMDB com o PT e PCdoB. No vídeo, o senador, defendeu uma candidatura do partido no estado do Piauí.

Para a imprensa, na manhã desta quarta-feira (09), os deputados peemedebistas Themístocles Filho e João Madson esclareceram as dúvidas em torno de tal declaração e afirmaram que essa decisão pertence ao diretório nacional e não somente do presidente do partido.

“Aquilo não existe, ele disse isso, ele disse que preferencialmente onde houver candidatos se viabilizando e no Piauí não temos nenhum candidato, o João Henrique não se viabilizou, nós demos a chance para ele, mas ele não saiu do 1%. Essa declaração é do João Henrique, se verificar a fala do Jucá, ele diz preferencialmente onde o partido tiver viabilidade ele terá candidatura própria, em nenhum momento ele comentou que não se coligaria com o PT. Isso já é um desdobramento do ex-ministro João Henrique falando isso. Mas na verdade não houve nada disso, é tudo conversa fiada. Até hoje não existe uma determinação do diretório nacional do PMDB, quem toma essa decisão é o diretório e não o presidente do partido.”, disse o deputado estadual João Madson.

Para o chefe da casa legislativa do Piauí, Themistocles Filho, nenhum prefeito foi exclusivamente ver o presidente da sigla e sim atrás de recursos com presidente da república, Michel Temer. Ele ainda acrescentou que essa decisão é em conjunto e pertence ao diretório nacional do partido.

“Olha o sobre presidente de partido, a vontade não é dele, a vontade é do conjunto, então, o diretório nacional é que toma essa decisão. Até agora o diretório ainda não tomou essa decisão, até bem pouco tempo atrás o PMDB, era vice da Dilma. O PMDB é uma realidade em cada estado da federação, mas ele disse algo que achei importante, o PMDB deve ter um candidato quando existir viabilidade, significa dizer que quando o povo tiver com vontade de ter esse candidato”, explicou.

A respeito da declaração de que Romero Jucá havia mencionado uma possível candidatura de João Henrique, Themístocles afirma que a imprensa vem dando muito visibilidade ao assunto.

 

 

Sidebar Informações