Robert diz que oposição deve ter critérios para receber -...

Robert diz que oposição deve ter critérios para receber lideranças

Por: Rodrigo Antunes

Deputado é otimista com últimas adesões ao bloco oposicionista do estado. Mesmo assim, grupo deve ter critérios para receber novas lideranças.

Robert diz que oposição deve ter critérios para receber lideranças Deputado Robert Rios. Foto: Allan Matos/45graus

Com o início das movimentações políticas para o pleito de 2018, alguns nomes da oposição já iniciaram a marcha rumo ao interior do estado. Nas últimas semanas quem percorreu diversos municípios do estado foi o ex-governador Wilson Martins (PSB), que começa um novo projeto político após perder a última eleição para senador do estado.

Outra liderança de peso que também já se movimenta nos bastidores é o ex-senador João Vicente. Em conversa com interlocutores, ela demonstra interesse em participar das próximas eleições reforçando o bloco oposicionista. Quem já está no bloco, como o deputado estadual Robert Rios (PDT), aposta que no próximo pleito o atual governador, Wellington Dias (PT) não conseguirá se reeleger.

“Agora tá começando a se cristalizar a certeza de que o Wellington Dias não vai se reeleger para o quarto mandato, e a oposição começa a receber mais gente, tem mais gente encostando, chegando e todo mundo quer ficar do lado do palanque que vai ganhar que é a oposição”, dispara o deputado.

Apesar do otimismo com a chegada de novos líderes para o palanque oposicionista, Robert é cauteloso e diz que existem nomes que não interessam à oposição. “Nós temos que ter critérios pra receber essas pessoas. Um da oposição que vem da Lava Jato não nos interessa”, diz.

Empréstimos do governo

Em fala com jornalistas na Assembleia Legislativa nesta terça-feira (06) o deputado Robert Rios também criticou a constante busca do governo do estado em procurar empréstimo. Além de operações bancárias com bancos públicos, agora o Governo busca parcerias de crédito junto a bancos privados.

Ao comentar sobre o caso, Robert foi duro e mais uma vez disparou contra o governo:

“Colocar dinheiro na mão do governador Wellington Dias é jogar fora. É a mesma coisa que você colocar dinheiro na mão de quem é usuário de crack, vai pra boca de fumo comprar droga”, disse o deputado.

 

 

Sidebar Informações