Vereador critica aumento das passagens de coletivo em THE

Por: Rodrigo Antunes

Deolindo Moura disse ainda que o Conselho de Transportes de Teresina não seguiu as normas previstas no regulamento da entidade.

Vereador critica aumento das passagens de coletivo em THE Deolindo Moura, vereador de Teresina. Foto: Ascom

O Conselho Municipal de Transporte Coletivo de Teresina aprovou o novo reajuste da tarifa de ônibus em Teresina, durante reunião realizada na tarde dessa quinta-feira (04).

O valor aprovado é de R$ 3,71 para a tarifa inteira e de R$1,18 para a estudantil, aumento superior a 12%. O vereador Deolindo Moura (PT) comentou a decisão e criticou a forma como aconteceu a reunião. Para Deolindo, o valor cobrado pela tarifa de ônibus não condiz com o serviço que é oferecido à população.

“A tarifa de transporte público em Teresina é altíssima, principalmente quando fazemos a relação com o tamanho dos trechos das linhas de ônibus. É um sistema deficitário que não garante o mínimo de qualidade para a população que necessita. Além disso, ainda vemos a Prefeitura de Teresina realizar mudanças no sistema de forma irresponsável, com gastos altos em obras que vão servir mais como abrigo para fugitivos da polícia durante a madrugada do que para a população, como é o caso das novas paradas”, avalia.

De acordo com o vereador, a reunião do Conselho não seguiu as normas previstas no regulamento da entidade. “De acordo com o regimento do Conselho Municipal de Transporte Coletivo, as reuniões devem ser marcadas com o mínimo de 24 horas de antecedência, o que não aconteceu. Alguns estudantes me procuraram afirmando que só foram informados da reunião 3 horas antes do início e, pior que isso, alguns membros não foram convocados, é o caso da presidente da Famcc, Neide Carvalho”, diz.

Deolindo também afirma que o Conselho age seguindo os interesses do Poder Executivo, e não da população. “Eu não entendo como o representante da Associação do Usuário do Transporte Urbano de Teresina pode ter pedido para se abster de uma votação que trata de um interesse tão grande para o povo. Para mim, isso só demonstra, mais uma vez, que esse Conselho age de acordo com os interesses do prefeito Firmino Filho, que mais uma vez dá esse presente de grego para a população de Teresina, como já é esperado todo início de ano”, reclama.

O vereador ressalta que a mobilização dos movimentos sociais é importante para auxiliar nas negociações contra o aumento da tarifa. “Estou à disposição dos estudantes, dos movimentos sociais e das entidades para somar ao diálogo e unir forças no que for preciso para evitar que este aumento chegue ao bolso do usuário. R$ 3,71 não dá!”, finaliza. 

Com informações da Ascom

 

 

Sidebar Informações