Secretaria que 'pagou' aluguel de carros só tinha um Fiat Uno

Por: Rodrigo Antunes

Pagamentos a empresa de aluguel de carros supera o constatado pelo ex-secretário de agricultura, Raul Veras, em sua carta de exoneração.

Secretaria que 'pagou' aluguel de carros só tinha um Fiat Uno Carro semelhante ao usado pela secretaria. Imagem ilustrativa. Foto: CCOM

Após deixar o cargo de secretário de agricultura do município de Valença no último dia 02 de fevereiro, o engenheiro Raul Veras concedeu entrevista ao 45graus/Valença esclarecendo alguns pontos da polêmica carta de exoneração que foi amplamente divulgada em sites e nas mídias sociais.

Em sua fala, o ex-secretário fez denúncias graves ao que vinha ocorrendo na atual administração da prefeita Ceiça Dias (PTC) e comprova o visível estado de descaso com a gestão dos recursos do município.

Segundo Raul, ainda no mês de janeiro, após sofrer inúmeras pressões de servidores que estão desde setembro/2017 sem receber salários, engessamento da gestão e a 'descoberta' destes pagamentos, a situação ficou insustentável resultando em sua saída da pasta.

Na carta, o secretário conta que os pagamentos para os supostos veículos da secretaria, somariam a cifra de R$ 27.000,00. Em consulta, nossa equipe constatou pagamentos oriundos da unidade orçamentária 'Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente' para a empresa Igor Nunes P. Leite Eireli - EPP (CNPJ. 26.981.733/0001-48) muito superiores ao valor constatado pelo ex-secretário. Segundo dados do Portal da Transparência, mostra empenhos que somente de julho a outubro de 2017 somam R$ 46.115,60 (Imagem abaixo). 

Página do Portal da Transparência mostrando valores empenhados

O alto valor pago no aluguel de veículos contrasta com a situação em que o ex-secretário trabalhava, onde a secretaria possuía apenas um veículo a disposição e este mesmo pertencente a Emater. O fato desencadeou uma quebra na confiança entre o secretário e a gestora, que não informou e, muito menos, enviou veículos para sua secretaria.

“Da forma como a dona Ceiça agiu, não respeitando a imagem do secretário, fazendo aluguel de veículos que, tá na cara, eu sou secretário e lá não tem veículos a disposição da gente, eu acho que não tinha a mínima condição da gente estar junto com eles”, afirma Raul.

Além do atraso de salário e a existência do suposto esquema de aluguel de carros, a inércia da prefeita Ceiça Dias em implementar os projetos realizados pelo secretário agravaram a situação. Segundo ele, por diversas vezes coisas simples, como o projeto de irrigação da horta do bairro Amando Lima, eram constantemente ‘deixados pra depois’, dando vez para que a vereadora de oposição Íris Moreira (Progressistas) tomasse a frente e realizasse a intervenção. Segundo Raul, a falta de atenção da prefeita com a secretaria estaria gerando uma imagem negativa para o cargo que estava ocupando.

“Cheguei muitas vezes pra dona Ceiça, pedindo pra fazer a ligação de uma horta. Aí a Francisca Íris chegou e solicitou. Claro, naquele tempo a gente teve aquele embate, mas isso foi no lado técnico, aquilo ali foi obrigado, não era questão política, não teve problema nenhum. Eu pedi pra gente fazer em outra horta, fomos lá, fizemos orçamento e tudo, mas antes dela autorizar ela sempre jogava pra frente e nada de liberar. A dona Ceiça me disse que faríamos em novembro a horta do Morada Nova. Cadê? Até hoje... São os tipos de coisas que vai passando uma imagem negativa pro próprio secretário”, disse o ex-secretário.

Após o pedido de exoneração, muitos partidários da prefeita tomaram as redes sociais para alegar que o engenheiro Raul Veras teria deixado o cargo por motivos políticos, e estaria ‘cuspindo no prato que comeu’. Perguntado sobre o posicionamento político para as eleições deste ano, Raul conta que a decisão política de deixar o grupo se deu justamente ao descobrir os fatos revelados em sua carta de exoneração, que mostra a situação insustentável em que ficou a relação do secretário com a prefeita e a alta cúpula da gestão municipal de Valença.

“Quando fui ver os empenhos, para minha surpresa, estava lá os pagamentos de veículos. Aí na mesma hora eu comuniquei ao meu pai e ele me disse que eu teria que entregar isso daí. Porque se no portal da transparência está aparecendo isso aí, ninguém sabe outras coisas que possam estar tendo por trás. Depois dessa aí não tinha mais como estar junto com eles. A partir desse dia que a gente descobriu a gente teve que tomar decisões e a decisão política partiu daí”, explica o engenheiro.

Raul é o segundo secretário a abandonar a gestão da prefeita Ceiça Dias (PTC). Em novembro de 2017, o então secretário Leonardo Nogueira saiu da gestão de forma semelhante, pedindo exoneração do cargo para retornar ao legislativo municipal.

Outro Lado

Nossa equipe entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Valença, para esclarecer a situação. Por meio de nota a gestão informou que o contrato com a empresa de aluguel de carros se deu por meio de licitação e que as falas do secretário com relação a aluguel de carros se referem a locação de veículos contratados por quilometragem rodada e não se trata de locação de veículos mensais exclusivos para a Secretaria de Agricultura. Ainda na nota, a prefeitura informou que o tipo de contrato estabelecido com a empresa não obriga a disponibilizar veículos para o pátio da Secretaria de Agricultura. Confira abaixo a nota da Prefeitura Municipal de Valença

Nota de Esclarecimento

O Município de Valença informa, que realizou em 21/03/2017 o Processo Licitatório nº 001/2017, para eventual locação de veículos, com a finalidade de atender às necessidades da Administração Municipal.

As locações questionadas pelo ex-secretário referem-se à locação de veículos contratados por quilometragem rodada, não se tratando, portanto, de locação de veículos mensais exclusivos para a Secretaria de Agricultura.

Esclarecemos ainda que por se tratar de uma locação eventual por quilometro rodado, não se faz necessário a disponibilização de veículo no pátio da Secretaria de Agricultura, cabendo a empresa vencedora do item ora licitado, disponibilizar o veículo de acordo com a demanda do Município.

As eventuais locações demandadas pela Administração Municipal para a Secretaria de Agricultura, se fizeram necessárias para atender as atividades pertinentes da pasta.

 

 

Sidebar Informações