Valença: Prefeita vai à câmara e sessão termina em tumulto

Por: Rodrigo Antunes

Leitura da mensagem do executivo terminou em confusão após presidente encerrar sessão sem ceder a fala aos vereadores presentes.

Valença: Prefeita vai à câmara e sessão termina em tumulto Sessão é marcada por tumulto em Valença. Foto: PortalV1

A abertura do ano legislativo de Valença, ocorrida na última sexta-feira (20) foi marcada por uma grande presença de público e confusão no final.

A prefeita Ceiça Dias (PTC) esteve na câmara para apresentar a mensagem do executivo expondo metas e projetos para 2017 e ao final, por determinação do presidente da câmara, vereador Nonatim Soares (PSDB), a sessão foi encerrada sem que os vereadores usassem a palavra para se dirigir à prefeita. Como se tratava de uma sessão solene, somente o presidente da câmara, que conduz a sessão, e a prefeita falam. Caso os partidos já tivessem definido seus líderes de bancada estes poderiam solicitar, com antecedência, o uso da fala. Porém, como a legislatura iniciou agora os líderes ainda não foram definidos.

O vereador Rubens Alencar (PMDB) chegou a criticar a decisão do presidente da câmara e foi o mais exaltado no momento da fala. Policiais chegaram a se aproximar do vereador na tentativa de contê-lo para que parasse de falar

Esta é a segunda sessão realizada pelos vereadores eleitos na nova legislatura. A primeira também foi marcada por intensa participação popular protestando contra o projeto da prefeita Ceiça Dias (PTC) de aumentar o número de secretarias de 9 para 17.

O presidente da Câmara de Vereadores de Valença, Nonatim Soares (PSDB), encerrou a sessão sem votar o projeto alegando falta de segurança.

 

 

Sidebar Informações